31 de dezembro de 2007

A Vida Nova que Tu nos dás...

Quantas vezes Senhor, neste ano
Não Te quis ouvir e me afastei de Ti
E quantas vezes Senhor,
Não quantas vezes, mas sempre
Tu me falaste
E mandaste fazer a festa do meu regresso.
Quantas vezes Senhor, neste ano
Me revoltei, me insurgi e contra Ti pequei
E quantas vezes Senhor,
Não quantas vezes, mas sempre
Me abriste os braços, me perdoaste
E acolheste.
Quantas vezes Senhor, neste ano
Disse que Te amava, te adorava
Mas o meu coração estava fechado
E quantas vezes Senhor,
Não quantas vezes, mas sempre
O Teu Coração aberto me aceitou
E acarinhou.
Quantas vezes Senhor, neste ano
Coloquei tantas coisas antes de Ti,
E quantas vezes Senhor,
Não quantas vezes, mas sempre
Tu me colocaste em primeiro,
Junto com todos os outros.
Quantas vezes Senhor, neste ano
Não Te reconheci nos meus irmãos
E quantas vezes Senhor,
Não quantas vezes, mas sempre
Tu me reconheceste e tocaste
No meio da multidão.
Quantas vezes Senhor, no próximo ano
Tudo isto se vai repetir
E quantas vezes Senhor,
Tu me vais dizer eternamente:
Eu amo-te meu filho
Eu quero-te meu filho
Nada nem ninguém
Pode afastar o Meu amor por Ti.
Por isso Senhor
Não me interessa o tempo,
O novo ano,
Interessa-me apenas
A Vida Nova
Que Tu me dás.
Amen.

Laudes

para a Malu


Louvada a noite que o uivo dos lobos silenciou, louvado o céu que a mão de deus rasgou. Louvados os anjos que com a sua espada cingiram a criação inteira e a focaram no deus frágil e indefeso. Louvado o coração que no seu ventre o acolheu.

Louvadas as mãos que o ensinaram a trabalhar a terra, a domar as árvores e a transbordar de pequenas ternuras e mágoas. Louvada a alegria que lhe mostrou a dracma reencontrada, louvada a palavra que lhe foi ensinada.

Louvados os que o levaram a ver o mar, a sentir o vento na face e a puxar a corda que estica as velas. Louvados os que lhe deram o peixe e o pão, a tenda e o agasalho, a fogueira e o diálogo.

Louvados os que lhe cuidaram dos joelhos feridos em infantis pelejas, louvados os que lhe contaram estórias cheias de magia e imaginação.

Louvados os profetas que o iniciaram, louvados os pobres que lhe mostraram a verdadeira riqueza. Louvadas as águas do rio que o seu fim fecundaram, louvadas as margens da cidade que para o templo transbordaram.

Louvada a morte que o levou, louvado o pão que ela rompeu, o vinho que ela derramou. Louvados todos os que à sua mesa e até ao fim do mundo se reúnem e recolhem, caídos e erguidos, esfomeados e repletos, louvados sejam.

Agora e na hora do nosso deus, ámen.

PS: Louvados sejam por me chamarem e alertarem.

30 de dezembro de 2007

Sagrada Família

Oh Deus de quem procede toda paternidade no céu e na terra, Pai, que és Amor e Vida, faz que cada família humana sobre a terra se converta, por meio de teu Filho, Jesus Cristo, "nascido de Mulher", e mediante o Espírito Santo, fonte de caridade divina, em verdadeiro santuário da vida e do amor para as gerações que sempre se renovam.
Faz que tua graça guie os pensamentos e as obras dos esposos para o bem de suas famílias e de todas as famílias do mundo.
Faz que as jovens gerações encontrem na família um forte apoio para sua humanidade e seu crescimento na verdade e no amor.

Faz que o amor reafirmado pela graça do sacramento do matrimônio, se revele mais forte que qualquer debilidade e qualquer crise, pelas quais às vezes passam nossas famílias.

Faz finalmente, te pedimos por intercessão da Sagrada Família de Nazaré, que a Igreja em todas as nações da terra possa cumprir frutiferamente sua missão na família e por meio da família.

Tu, que és a Vida, a Verdade e o Amor, na unidade do Filho e do Espírito Santo.

Amen.

Festa da Sagrada Família


Neste dia da Festa da Tua Família Senhor, quero louvar-te pela família que me deste.
Louvo-te pelos meus pais, pelos meus sogros, pelas minhas irmãs e irmãos, cunhadas e cunhados, louvo-te pelas minhas sobrinhas e sobrinhos.
Louvo-te pela família que me quiseste conceder, a minha mulher, a minha filha, os meus filhos, a minha nora e o meu genro, a minha neta e o meu neto.
Louvo-te também por todas aquelas e aqueles que trabalharam e trabalham com esta e para esta família, porque são também parte integrante dela e para ela contribuíram.
Louvo-te pela minha família paroquial, pela minha família diocesana, pela minha família, Igreja de Portugal, pela minha família, Igreja Católica Apostólica Romana.
Louvo-te, amo-te, adoro-te e dou-Te graças Senhor porque quiseste nascer de família igual à minha, igual à de todos, para assim Te fazeres um de nós, mais perto de nós.
Louvado sejas Senhor, com Tua Mãe, Maria Santíssima e José, humilde servo, modelo de pai.
Amen.

28 de dezembro de 2007

Pelas familias...


Nós Vos bendizemos, Senhor,
Que, na vossa infinita misericórdia,
Quisestes que o vosso filho, feito homem,
Fizesse parte de uma família humana,
Crescendo no ambiente da intimidade doméstica
E conhecendo as suas preocupações e alegrias.
Humildemente Vos pedimos, Senhor:
Guardai e protegei estas famílias,
Para que, fortalecidas pela vossa graça
Gozem de prosperidade, vivam na concórdia
E, como Igreja doméstica,
Sejam no mundo testemunhas da vossa glória.
Por nosso Senhor Jesus Cristo que é Deus
Convosco na unidade do Espírito Santo.
AMÉN
Nosso Senhor Jesus Cristo,
Que viveu com a sua família em Nazaré,
Esteja sempre presente na vossa família,
A defenda de todo o mal
E vos conceda a graça de serdes um só coração e uma só alma.
AMÉN.

Santos Inocentes, Mártires


Senhor, ao meditar na Tua Palavra de hoje que trouxe ao meu pensamento os Inocentes mandados matar por Herodes, vieram ao meu coração todos aqueles que no ventre das suas mães, são mortos por razões, sem razão.
Acredito Senhor, que junto a Ti engrossam as fileiras daqueles inocentes a quem a cegueira humana fez derramar o sangue.
Coloco hoje nas Tuas mãos, na Tua misericórdia, todas essas vidas não nascidas e todas aquelas e aqueles que para isso contribuíram.
Toca Senhor o pensamento dos homens para que estas leis iníquas e que atentam contra a vida sejam revogadas, sobretudo no coração das mulheres e dos homens a quem concedeste o dom de serem progenitores, seja em que circunstâncias forem.
Louvado sejas Senhor pelo dom da vida.
Amen.

27 de dezembro de 2007

São João, Apóstolo e Evangelista


João, discípulo amado de Jesus, hoje celebramos a tua festa.
E queremos pedir a tua intercessão, como Pedro pediu naquele dia em que junto a Jesus, reclinavas a cabeça no Seu peito. Jo 13, 23
Queremos pedir a tua intercessão para que o Senhor da Vida, o Senhor da Esperança nos conceda a graça da Fé que a ti concedeu:

«Então, entrou também o outro discípulo, o que tinha chegado primeiro ao túmulo. Viu e começou a crer» Jo 20, 8

Senhor, hoje acordei assim...

Eis-me aqui Senhor
Eis-me aqui Senhor
Pra fazer Tua vontade,
pra viver do Teu amor
Pra fazer Tua vontade,
pra viver do Teu amor
Eis-me aqui Senhor.

O Senhor é meu Pastor que me conduz,
por caminhos nunca vistos me enviou.
Sou chamado a ser fermento,sal e luz
e por isso respondi: aqui estou.

Ele pôs em minha boca uma canção,
ungiu-me como profeta e trovador,
da história e da vida do meu povo
e por isso respondi: aqui estou.

26 de dezembro de 2007

Louvor

O que me cabe após comemorarmos mais uma vez seu aniversário, meu Senhor, além de Louvá-lO por toda a minha vida, e com todo o meu ser?
Louvo-tE por ter nascido pequenino, por ter se feito homem como eu, porque me salvou.
Louvo-tE porque seu amor é eterno e infinito...
Louvo-tE porque és meu Senhor e Meu Deus!!!

24 de dezembro de 2007

Noite Feliz


Noite Feliz, Noite Feliz
Ó Senhor
Deus do amor
Pobrezinho nasceu em Belém
Eis na lapa Jesus nosso bem
Dorme em paz, ó Jesus
Dorme em paz, ó Jesus
Noite Feliz, Noite Feliz
Ó Jesus Deus da luz

Quão afável é teu coração
Que quisestes nascer nosso irmão
E a nós todos salvar
E a nós todos salvar

Noite feliz, Noite feliz
Eis que no ar vem cantar
Aos pastores Seus anjos no céu
Anunciando a chegada de Deus
De Jesus Salvador
De Jesus Salvador

Santo Natal para todos...


Oh meu Menino adorado,
Quis fazer de mim um berço
Decorado a oiro e prata
Para te poder acolher…
Disseste-me docemente
Sussurrando ao meu ouvido:
Não quero o meu berço assim,
Mas como te vou dizer.
Constrói-o só em verdade,
Reveste-o de simplicidade,
Aquece-o de caridade
E que todos o possam ver,
Porque é num berço assim
Que Eu quero vir a nascer.
Respondi-lhe com meiguice
Esperançado na resposta:
Mas Tu sabes meu Menino
Que sozinho nada consigo.
Por isso Te peço oh Pai
Que envies o Teu Santo Espírito
Que me faças em berço novo
Segundo a Sua vontade.
Que no alto desponte a Luz
Para que todos possam ver,
O meu berço,
Todos os berços,
Em que Jesus vai nascer…

21 de dezembro de 2007

tudo é teu


Descalço venho dos confins da infância,
E a minha infância ainda não morreu...
Em face e atrás de mim ainda há distância.
Ó Menino Jesus da minha infância,
Tudo o que tenho (e nada tenho!) é Teu!

* Pedro Homem de Mello

Confiai...


Não temais: dentro de cinco dias virá o Senhor.

Antifona do Cântico Evangélico do Ofício de Laudes

20 de dezembro de 2007

Natal

Deus, fiel,tu enviaste ao mundo o Salvador como tinhas prometido ao teu povo, e encarregaste-O de reunir na unidade todos os teus filhos dispersos.
Ele é a tua Palavra viva, e o que Ele diz é a paz.
A paz que Tu nos dás através d'Ele, e que nos cabe também a nós construir.
Como no tempo de Isaías, como na época de João Baptista, a voz dos teus profetas insiste connosco para traçar para Ele,nas terras áridas da humanidade de hoje, um caminho plano: endireitar com a verdadeas vias tortuosas da mentira, encher com amor os fossos de ódio que separam a família humana, aplanar as montanhas de injustiçaque opõem os homens, dar de novo a liberdade aos nossos irmãos que defrontam obstáculos que lhes parecem intransponíveis.
Então a Tua glória revelar-se-á e todos verão que a boca do Senhor falou.
A justiça caminha à sua frente e a paz na senda dos seus passos.
Não deixes a nossa preguiça e o nosso egoísmo atrapalhar o nosso caminho ao encontro de Cristo, nossa paz.
Prepara os nossos corações para o acolhermos;
Que Ele nos encontre límpidos e irrepreensíveis na paz.
Isto Te pedimos em nome do próprio Jesus,teu Filho, nosso Senhor.
Amém!

4º Domingo do Advento

Hoje sinto o meu nome escrito nesta página.
É mesmo o meu nome. Diz quem eu sou,
Permite aos meus amigos chamarem-me ou designarem-me.
Foram meus pais que o escolheram e mo deram.
Mas Tu Senhor, adoptaste-o!
Eu li um dia que Tu gravaste o meu nome
Na “ Palma da Tua mão”, que Te é querido,
Que Tu me guardas e me amas.
Porque Tu estás em Nós.

19 de dezembro de 2007

Oração de Natal


Meu Deus,

neste Natal eu Te peço que veles por todos aqueles que nada têm.

Por aqueles que não vivem o Natal.

Por aqueles que não Te conhecem.

Por todos os que são crianças e jovens, como eu.

Meu Deus,

eu Te peço que dês Natal a todos.


Pedro - 13 anos

Oração de Natal


Jesus, ajuda as crianças que não têm presentes.

Dá-lhes presentes de Natal, para serem sempre felizes.

Jesus Cristo ajuda eles.


André - 9 anos

17 de dezembro de 2007

Um pouco mais

Que eu renasça um pouco mais, ó deus da renovação contínua e intensa.

16 de dezembro de 2007

«Preparai o caminho do Senhor, e endireitai as suas veredas...»


Hoje Senhor, na Eucaristia, perante o testemunho de João Baptista, levaste-me a perguntar-me no meu coração:
A quem anuncias tu, quem dás tu a conhecer?
É a Ele, Jesus Cristo, Senhor e Salvador, ou chamas a atenção para ti, chamas a atenção para o que dizes e fazes?
E Senhor, no meu intimo tive de responder-me que muitas vezes talvez chame mais a atenção para mim e para o que faço, do que testemunhar o que Tu és e fazes em mim.
Perdoa-me Senhor e ajuda-me, porque quero aplanar os caminhos da minha vida, porque quero converter os caminhos da minha vida, porque quero preparar os caminhos da minha vida para Te receber.
Ensina-me Senhor a tentar viver como João Baptista: «Ele é que deve crescer, e eu diminuir» Jo 3, 30
E aquilo que quiseres fazer em mim, faz em todos os que Te querem seguir, para que nasças e faças morada nos nossos corações.

Amen.

Advento


Senhor,

Nesse terceiro domingo do Advento, tempo que marca a espera de sua vinda, prepara meu coração para receber-te.

Sabes, Senhor quanta sujeira ainda guardo em meu coração... tanto egoísmo, gula, angústias causadas pela falta de perdão... sabes também, Senhor sobre minhas tantas misérias... venho hoje, Senhor pedir sua ajuda... quero fazer uma faxina nesse coração que é seu, para recebê-lo nesse Natal. Mas, minha pequenez é tanta, que preciso de sua força nessa faxina... liberta-me, Senhor de tudo o que me impede de sentir sua presença, de testemunhar sua glória em minha vida. Liberta-me, Senhor dos valores que o mundo impõe, tão diversos dos seus valores.

Ajuda-me, Senhor a ter um coração humilde, como aquela manjedoura, que tão simplesmente te acolheu.

Amém.

15 de dezembro de 2007

Vem, Senhor Jesus


O Natal é uma festa que gera movimento.
Moveram-se os profetas, José e Maria, os pastores, os reis Magos.
Deus veio para mudar a face da terra. Para tirar o homem das suas debilidades, para o ajudar a edificar a paz e a justiça, para lhe ensinar os caminhos da felicidade, para lhe fazer compreender que todo o ser humano nasceu à imagem de Deus.
O Advento não é tempo para ficar parado à espera que algo aconteça, pois a atitude mais activa é esperar por Cristo e comprometer-se com Ele.

Senhor
Como poderei preparar-me e preparar a tua vinda?
Como poderei ajudar os outros a prepararem-se?
Dá-me forças para ser uma pessoa solidária,
Aberta e disposta a acolher todos os que batem à minha porta.

14 de dezembro de 2007

3º Domingo do Advento

Dizes-me que cada um de nós pode ser profeta
E que cada um pode anunciar o Teu reino.
Então leio de novo o Teu Evangelho,
E vejo que és Tu que anuncias tudo o que está a mudar.
És tu que vais restituir a vista ao cego,
Que vais pôr o coxo a andar e o surdo a ouvir.
Só me pedes que acredite em Ti,
Que abra bem os olhos a todos os sinais que nos dás.
Porque ainda hoje o mundo se transforma,
Graças aos esforços de cada um,
à generosidade e ao amor partilhado.
Por gestos bem simples, um esforço, uma palavra, um sorriso,
Também eu serei um sinal do Reino.
E o deserto continuará a cobrir-se de flores.
Porque a vida continua a nascer.

a tua luz


Este ano Jesus, enquanto preparamos a Festa da Tua vinda, minha avó, distraída a abrir as caixas onde guardamos as bolas coloridas, as fitas cintilantes da árvore de Natal, finalmente a retirar de lá a grande estrela dourada para colocar no topo, disse: “É quando somos pequeninos que apreciamos mais e preparamos melhor esta grande Festa da Família. Que pena não o fazermos todos os dias.

Não estava triste, um pouco pensativa, Jesus. Apenas senti que por ela, não a tiraria mais do cimo da árvore. Depois contou-me o seu significado e que quando dias mais tarde voltar a arrumar tudo, a estrela, guarda-a no coração pelo resto do ano.


E eu peço-Te Jesus que me ensines a fazer o mesmo de maneira a poder ver essa luz que a avó diz que só assim não se apaga e para nunca nos perdermos de Ti. A sorrir, confidenciou-me ainda, que é por não ser já tão alta como dantes e que eu devo guardar este segredo mágico para sempre.
Eu estou a crescer Jesus, mas ajuda a manter-me sempre assim pequenino como ela, que me parece ser a avó mais feliz do mundo.

Boa noite Jesus, amén.

13 de dezembro de 2007

Sinto-me interpelada, incomodada…

"Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da devassidão, da embriaguez e das preocupações da vida, (...) Portanto, ficai atentos e orai a todo momento."
(Lc 21, 34-36)

Senhor,
Imagino-me a ver e ouvir João Baptista, vestido com uma simples pele de cordeiro, a alimentar-se de gafanhotos, a clamar no deserto e a incitar ao arrependimento, com palavras duras, mas de olhos numa esperança, a anunciar uma oportunidade de mudança radical.
Sinto-me interpelada, incomodada... com o dia que passou: os altos e os baixos, o meu estado geral.

Sinto a Tua presença dentro de mim e à minha volta.
Estás no bater do meu coração.
Estás comigo aqui e agora.
Sei que preciso de estar atenta para ouvir aquilo que tens para me dizer.

Tenho de me abstrair das minhas próprias preocupações e abrir-me ao que me estás a pedir... uma entrega diária de serviços desconhecidos aos outros.

Senhor,
Ajuda-me a orientar a minha vida para a verdade essencial, longe das coisas mundanas a que me vou apegando.

Senhor
Ajuda-me a ouvir a voz que Te anuncia, tão diferente das vozes que me prometem felicidades falsas e grandezas ocas e instantâneas.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
Assim como era no princípio, agora e sempre.
Amen

Pega na minha Mão

Obrigado Senhor,
porque me levas pela mão e me fazes esquecer o meu medo.
Estou segura em Ti, porque apesar da minha fragilidade, Tu estás comigo!
E, quando o meu caminhar enfraquece, vens e levas-me pela mão!
Com a minha mão na Tua, todos os medos desaparecem... Pega na minha mão!

12 de dezembro de 2007

Senhor, dá-me a Tua mão, pois sem Ti perco-me...



Gostaria de percorrer este Advento sem qualquer mácula. Que Jesus nada tivesse a reprovar-me. Mas não. Sou tão humano, tão frágil meu Deus! Porque me fizeste assim, tão sujeito à matéria?


Jesus, a Ti peço perdão pelas minhas fragilidades e quedas nas veredas da vida.


Faz o milagre, Senhor Jesus, de apenas em Ti mergulhar o meu pensamento, desapegando-me das paixões mundanas.


Que eu possa celebrar o Natal purificado de toda a mácula!


Para que os meus lábios sejam dignos de beijar os pés ao Menino Jesus...

11 de dezembro de 2007

Para ir à procura da tresmalhada...


Louvado sejas, Senhor,

porque eu era essa ovelha perdida,

e Tu foste á minha procura,

não desististe de mim,

encontraste-me,

fizeste-me encontrado,

e levaste-me de volta ao redil,

para fazer a festa da vida.

Obrigado Senhor

pelo Teu infinito amor.

Amen.

10 de dezembro de 2007

Tu, eu

A dar-me com os outros no amor ajuda-me, ó deus. Os que a minha vida afloram, e os que nela permanecem. Os do amor e os da rejeição, oh ajuda-me na minha rejeição. Tenho muita dor em vos ter ofendido, ajuda-me a não tornar a pecar. Tenho muita dor em nos ter ofendido. Que o acolhimento me ampare e abra. Ámen.

9 de dezembro de 2007

Ele há-de baptizar vos no Espírito Santo e no fogo.


Aqui estou Senhor,
Para caminhar o caminho para Ti, conTigo e em Ti.
Ajuda-me a despir a capa do pecado
E a vestir as vestes de saco da simplicidade
E da pureza.
Ensina-me a comer o alimento que me dás,
E a não me encher das comidas que viciam
E fazem mal.
Leva-me a olhar para o Alto,
E a tirar os olhos do chão.
E depois Senhor,
Depois baptiza-me,
No Espírito Santo e no fogo.

Amen.

8 de dezembro de 2007

2º Domingo do Advento


Por vezes, Senhor, o caminho é difícil para mim,
Por vezes, para mim e para muita gente
Ao meu redor e por todo o mundo.
Caminhamos dia após dia, mas para ir até onde?
Olho João Baptista em pleno deserto:
À sua volta só há aridez,
E penso que, por vezes, também o mundo está em pleno deserto.
O seu coração tornou-se seco; nada e ninguém lhe dá de beber!
Ajuda-me a olhar para Ti, Senhor,
A escutar as palavras do Evangelho.
Ajuda-me a compreender como mudar de vida,
Como retomar a direcção certa, se for preciso,
E caminhar para o nosso Pai que nos ama e que nos espera.

7 de dezembro de 2007

Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria


Ó Senhora imaculada, silenciosa,

De sorriso virginal,

Frescura envolvida na canção formosa

Do amanhecer inicial.


Senhora do vestido simples da graça

Que intima aurora Te deu,

Florindo, sobre a luz da terra que passa,

À luz primeira do Céu.


Senhora, o teu celeste olhar de padroeira

Floresça em nosso interior,

Abrindo a senda da pureza verdadeira

Que nos conduza ao Senhor.



Hino das Vésperas I da Festa da Imaculada Conceição.

Valores



Senhor, nesse tempo de advento, quero te pedir, que toque meu coração.

Quero viver esse momento com coração contrito e alegre, na espera de sua chegada.

Tira, Senhor, de dentro do meu coração esses valores do ter, do comprar, tão presentes nessa época... e devolve em mim os preciosos valores de quem nasceu numa manjedoura, de quem não tinha uma casa, uma roupa, um travesseiro para recostar a cabeça, mas que veio ao mundo para amar e salvar...

Quero seguir-Te, Senhor, a cada dia... em cada momento de minha vida... por inteiro, mesmo vivendo num mundo que tem outros valores, eu quero testemunhar os Seus valores!

Ajuda-me, Senhor!


Amém.

6 de dezembro de 2007

Caminho...

Dá-me a mão Senhor Jesus,
vamos passear os dois,
o caminho da vida que em mim colocas.
À Tua frente não caminho,
atrás também não vou,
não caminho ao Teu lado,
pois só em Ti eu posso ir.
Assim Senhor Jesus,
eu sei que chego
mesmo antes de partir,
porque Tu és o caminho
que me dás a caminhar.

Amen.

5 de dezembro de 2007

Veni Sancte Spiritus


Vinde, ó Santo Espírito, vinde, Amor ardente, acendei na terra Vossa luz fulgente.Vinde Pai dos pobres: na dor e aflições, vinde encher de gozo nossos corações. Benfeitor supremo em todo o momento,habitando em nós sois o nosso alento. Descanso na luta e na paz encanto, no calor sois brisa, conforto no pranto. Luz de santidade, que no céu ardeis, abrasai as almas dos Vossos fiéis. Sem a vossa força e fervor clemente, nada há no homem que seja inocente. Lavai nossas manchas, a aridez regai, sarai os enfermos e a todos salvai. Abrandai durezas para os caminhantes, animai os tristes, guiai os errantes. Vossos sete dons concedei à alma do que em Vós confia. Virtude na vida, amparo na morte, no céu alegria. Amém.

4 de dezembro de 2007

IMACULADA CONCEIÇÃO ...




Com a tua vida Maria. Nos ensinas a encontrar a luz,
A luz que leva a Deus
Entre os pequenos do teu povo, tu também tinhas esperança,
Sabias que Deus não tinha abandonado a humanidade,
Lias os textos da escritura e acreditavas n’Ele.
Por tua vida, Maria, nos mostras como caminhar para a luz,
A luz que vem de Deus.
Nada de coisas fabulosas ou inesperadas,
Mas os trabalhos normais de todos os dias,
E tu dizes “sim” quando deus bate à tua porta.
Por tua vida, Maria, nos mostras como podemos ser luz,
Luz que nos fala de Deus.
E se todos te podemos ouvir dizer:
“O Todo poderoso fez em mim grandes coisas
Santo é o Seu nome”,
Deixa que contigo, Maria, nós o digamos também.

snow frolic

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA

Na Esperança...agora

Como posso eu Senhor,
deixar-me guiar
pela estrela
que me leva a Ti?
Como posso eu Senhor,
fazer do meu coração
a manjedoura
em que queres nascer?
Como posso eu Senhor,
ser um pastor
que grita a Tua vinda?
Sei que não quero Senhor,
ser a hospedaria cheia
que não Te recebe!
Sei que não quero Senhor,
ser o que fica no “castelo”
à espera
que me digam onde estás!
Quero Senhor ser tudo
o quiseres que eu seja,
para que seja morada
que Te acolhe,
e Te vive...
Amen.

3 de dezembro de 2007

1º Domingo do Advento

Pai de bondade,

louvo-te e agradeço-te a natureza,

toda a vida que nela germina e cresce.

Louvo-te e agradeço-te os meus pais,

todas as pessoas que me amam,

Sei o quanto é grande o seu esforço

para me oferecer tudo o que é

necessário para eu viver e ser feliz.

Entrego-Te todos os que me amam,

faz descer sobre eles

a tua benção e ternura.

Veni

Ó deus vivo e verdadeiro, liberta-nos das nossas mentiras, escondimentos, manipulações. Dá-nos a fortaleza no olhar e na consciência, a aceitação firme na vontade. Que a dor da revelação seja nossa alegria, e o nosso sono uma antecâmara da verdade plena.

Que a rosa nas mãos seja sangue e pétala, violenta ternura. Que o espinho na carne seja dor e cura, verdadeira abertura. Que o rosto do outro seja presença e apelo, mútua descoberta.

Que o tempo do encontro, ó nosso deus, seja nossa eternidade, e o nosso dia atravessado pelo eco de todas as vozes, próximas e longínquas, surdas e gritantes, fundas e veladas. Que a solidão seja escuta e atenção, silêncio falante. Dá-nos a vida somente nada mais. Ó deus morto e revelador.

Vem, sempre, vem no que já cá estás, na tua própria ocultação manifesta-te e arrebata-nos.

Sempre, nosso deus. Ajuda-nos a não desfalecer. Ajuda-nos a ser-te. Ajuda-nos a amar.

(Anjos da vigília acudi-nos sempre e mais.)

Ámen.

Mãe de Deus


Santa Maria,

Mãe de Deus, Mãe nossa,

ensinai-nos a crer, esperar e amar convosco.

Indicai-nos o caminho para o seu reino!

Estrela do mar, brilhai sobre nós e guiai-nos no nosso caminho!


Papa Bento XVI

Carta encíclica «Spe Salvi»


2 de dezembro de 2007

1.º Domingo do Advento

Do Evangelho de hoje (Mt 24, 37-44):


"Como foi nos dias de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem.

Nos dias que precederam o dilúvio, comia-se, bebia-se, os homens casavam e as mulheres eram dadas em casamento, até ao dia em que Noé entrou na Arca; e não deram por nada até chegar o dilúvio, que a todos arrastou.

Assim será também a vinda do Filho do Homem.

Então, estarão dois homens no campo: um será levado e outro deixado; duas mulheres estarão a moer no mesmo moinho: uma será levada e outra deixada.

Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor."

Espera

Meu Pai,
eis-me aqui no início de mais um Advento!
Que este não seja para mim apenas "mais um" Advento.
Que ele possa ser um tempo de verdadeira espera, uma espera operosa e cheia de esperança.
Que me faça sair de mim mesma para Te acolher a Ti que vens cada dia à minha vida!
Que eu te saiba acolher em cada pessoa, tornando-me disponível e atenta às suas necessidades!
Que a minha espera não seja apenas uma pretensão de que "as coisas" mudem sem o meu esforço, sem o meu empenho, sem o meu compromisso!
Que eu saiba esperar, comprometendo nesta espera todo o meu ser!

1 de dezembro de 2007

Uma Cabana no Bosque

"Unge, Maria, a minha mente
com a fé do teu olhar
e dá ao meu ser a paz
do teu todo e do meu nada,
e deixa que na corrente
do Amor, tudo me venha,
e então, no final saberei,
que por fim cheguei à minha casa…"
"Enche de rosas a minha feridas,
Enche de estrelas os meus olhos,
Enche de paz os meus espinhos.
Enche de graça a minha vida
e, de esplendor revestida,
vem a mim na última hora,
a fechar, Consoladora,
os meus olhos fixos em ti
e, esvaziando-me de mim,
enche-me de ti, Senhora."
Excertos retirados do livro: " Una Cabaña en el Bosque"
Tradução integral do livro em: www.aoracao.blogspot.com

30 de novembro de 2007

1º Domingo do Advento...


Senhor, tu dizes-nos que chegas sempre de surpresa,
E que devemos estar preparados.
Queres encontrar-nos bem despertos e disponíveis,
Bem "alerta" para -não perder nenhum, encontro contigo.
Tu propões-nos muitos encontros:
É uma página do evangelho lida em grupo,
É a missa que se celebra na paróquia com outros cristãos
É o tempo em que paro para pensar em Ti e fazer silêncio
É a hora que partilho com os outros para me divertir e para descobrir mil coisas sobre a vida.
Concede-me estar vigilante para te ouvir bem,
Quando bates à porta do meu coração.
Que eu consiga estar sempre bem atento
Para que eu possa Ser para Ti e para
Aquele ou aquela que precisar de mim
Amanhã, agora, já.

Tua Vontade

Senhor,

Sei que tens um plano de amor para minha vida. Sei que embora eu faça os meus planos é Sua Santa Vontade que prevalece, pois meus planos são segundo a minha pequena visão, e os seus, segundo Seu Amor e Visão infinitos...

Por isso, quero te pedir nesse dia, que se cumpra a sua vontade em minha vida. Que se faça o que sonhas para mim, e nada mais... sei que seu amor me cura, me protege, me faz crescer.
Assumo hoje, Senhor que só sua Graça me basta, e entrego, como num pacote, todos os meus sonhos, planos, e desejos. Tudo aquilo que ainda quero mudar em minha vida, e na vida dos que amo, todos os meus erros e pecados... sei que farás Tua Obra, segundo Sua Vontade, Seu Amor, e Sua Sabedoria.
Amém

29 de novembro de 2007

Dá-me Forças

Pai, dá-me forças!!!
Por vezes a maldade deixa-me sem forças, porque não consigo entender como é que é possível!!!
Ajuda-me a continuar a fazer o bem, apesar de todo o mal que me fazem!
Que eu possa sempre agir e não reagir!
Sabes que, muitas vezes, a vontade seria reagir, agindo do mesmo modo ou ainda pior!
Mas, eu quero sempre e só fazer o bem! Ao mal responder com o bem!!!
Que assim seja, meu Pai!
Dá-me forças para que isso seja possível!

27 de novembro de 2007

Pai

Pai,
é tão fácil, por vezes, confundir a minha vontade com a Tua!!!
Ás vezes perco-me na minha vontade de fazer "bem" as coisas, de tal maneira que nem sequer percebo que Tu já me ultrapassaste ou então estás à espera que "pare um pouco" para me aperceber da Tua presença! Perdoa-me, ajuda-me a não me disperçar no activismo do quotidiano e a saber ver a Tua presença em cada pessoa, em cada coisa, em cada instante do meu viver! Que eu saiba discernir a Tua vontade, que pode coincidir com a minha, mas nem sempre!
Obrigada pelo Teu imenso Amor!!!

26 de novembro de 2007

Nós pequenos pequenos pequenadas
Tu latente latente latentudo

Faz-nos silêncio desse encontro
Acto desse segredo

Abraça-nos e não nos deixes
No barulho perder-nos
Na grandeza perder-te
Na vaidade fugir-te
No orgulho fecharmo-nos

Nós pequenos pequenos pequenadas
Tu latente latente latentudo


Assim seja, nosso deus

Oração do bom ladrão


Senhor Jesus, Filho de Deus, no Teu reino lembra-Te de mim.

25 de novembro de 2007

Jesus Cristo Rei do Universo


Deus eterno e omnipotente,

que no vosso amado Filho,

Rei do universo,

quisestes instaurar todas as coisas,

concedei propício que todas as criaturas,

libertas da escravidão,

sirvam a vossa majestade

e Vos glorifiquem eternamente.

Amen.


Oração do Oficio de Laudes

23 de novembro de 2007

Ao Divino Espírito Santo


Espírito Santo, Amor nascido do Pai e do Filho, inspirai-me sempre:
O que devo pensar;
O que devo dizer;
O que devo calar;
O que devo escrever;
O que devo fazer;
Como devo agir, para alcançar a Vossa Glória,
a salvação das almas e a minha própria santificação.
Amen.

Oração de S. Tomás de Aquino

22 de novembro de 2007

21 de novembro de 2007

nós Te amamos Jesus

Não, Senhor.

Não me toques a mão
Não me abras os olhos para eu Te ver
Não chames o meu nome para Te ouvir
Porque toco a Vida neste chão
Porque Te vejo no amanhecer
E Te ouço o riso num rebento a florir.

Não, Senhor.

Não me tires esta dor
Não me libertes da prisão
Não me devolvas o amigo que partiu
Pois a nossa voz, na prece dos mares
Subindo a Ti, ao vento e pelos ares,
Livre, nos reúne em oração;
No Teu amor que nos uniu,
E na Cruz do Cristo Redentor!

Dai-nos, porém, Senhor,
Coragem para aceitar a Cruz.
Aumenta-nos a Fé, e o Amor
Por Ti, Jesus.

Talentos

Meu Senhor,
tantos talentos me deste!!!
Que eu saiba colocá-los cada dia a render em favor dos meus irmãos e irmãs!
Perdoa todas as minhas tentações de egoísmo, de facilitismo, de comodismo!

20 de novembro de 2007

Ave, Maris Stela


Ave, do mar Estrela,
Bendita Mãe de Deus,
Fecunda e sempre Virgem,
Portal feliz dos Céus.

Ouvindo aquele Ave
Do anjo Gabriel,
Mudando de Eva o nome,
Trazei-nos Paz do Céu.

Ao cego iluminai,
Ao réu livrai também;
De todo mal guardai-nos
E dai-nos todo o bem.

Mostrai ser nossa Mãe,
Levando a nossa voz
A Quem, por nós nascido,
Dignou-se vir de vós.

Suave mais que todas,
Ó Virgem sem igual,
Fazei-nos mansos, puros,
Guardai-nos contra o mal.

Oh!, dai-nos vida pura
Guiai-nos para a Luz,
E um dia, ao voso lado,
Possamos ver Jesus.

Louvor a Deus, o Pai,
E ao Filho, Sumo Bem,
Com Seu Divino Espírito
Agora e sempre, Amém.

19 de novembro de 2007

Jubilai sempre e mais

Alegria clama na terra e no céu, no uivo dos lobos e no sussurro dos anjos.

Veio aquele em quem todas as coisas são, e suas mãos não mais largarão as nossas até ao fim dos mundos.

Que as nossas vidas correspondam à tua vinda, ó nosso deus, no tudo que nos devolves. Louvado sejas por tão fundo e inominável amor. Faz das nossas vidas agradecimento que te alastre até aos infernos, até ao fundo da mais esvaziada das almas, até ao terror do mais magoado corpo.

Acende o teu amor em tudo o que somos e estamos. Ouve-nos e faz com que ouçamos.

Por Jesus Cristo teu filho, que é deus connosco na unidade do espírito santo, ámen.

Senhor, que eu veja!

Senhor,
que hoje o nosso grito seja esse mesmo da Tua Palavra:
«Jesus, Filho de David, tem misericórdia de mim!»
E que quando Tu nos responderes:
«Que queres que te faça?»
A nossa resposta seja apenas:
«Senhor, que eu veja!»
Amen.

16 de novembro de 2007

O sorriso de Maria

Como é bom chamar-te Mãe, entregar-te a minha vida, sentir-me amparado pelo teu amor. Saber que aí estás, comprometida com o projecto de Deus para mim, é saber-me amado. Com a tua silenciosa presença materna me envolves, tomando o pó que sou e fazendo de mim semente de infinito...
Em cada gesto teu transparece Jesus.
Pelo teu "fiat" Ele nos foi dado, pelo teu coração de Mãe, Ele se dá. Em ti, terna Mãe, Deus sorri continuamente à Humanidade.
Como retribuir esse sorriso?
Totus tuus, Maria, ego sum!

enche-me de Ti

Enche Senhor, as minhas mãos vazias,
De renúncia e do Teu perdão.
Enche-mas de caridade,
de paciência e humildade.
Ao meu coração apertado,
Alarga-o de amor
E acende-lhe a luz da Verdade.
Vem Senhor Jesus, semear em mim,
A alegria de Te ter e dar;
A coragem de proclamar a minha fé
Em obras, a Teu serviço
e segundo a Tua vontade.
Vem Senhor Jesus,
Ensinar-me a dizer “Sim” e a louvar
Em qualquer circunstância.
Enche-me de Ti, Senhor,
E vem fazer de mim
um sinal de esperança
E um jardim da Tua paz.

Amén.

15 de novembro de 2007

Oração Vocacional


Senhor Jesus,
Torna-me atento e vigilante
No discernimento da vontade do Pai,
Para que eu possa em tudo realizar a vocação
Com que Ele, desde sempre, me quis e amou.
Na hora da dúvida e da provação
Dá-me a certeza de não estar só
Mas de saber e querer-Te próximo,
Para viver contigo a minha oferta,
Seguindo-Te humilde e confiadamente
No serviço da Tua Igreja e do mundo.

D. António Marto, Bispo de Leiria-Fátima

14 de novembro de 2007

Oração na net...

Senhor Jesus Cristo,
derramai o Espírito Santo sobre nós,
para que Ele nos ilumine segundo a Tua vontade,
a fazer o melhor,
para Te servir nestes novos meios de Evangelização,
fazendo o que é melhor para os outros,
para nós,
para Tua glória.
Ámen.

13 de novembro de 2007

Veni, Creator Spiritus

"Levanta do pó o indigente e tira o pobre da miséria." Salmo 112


Vem, Espírito Criador de Deus, derrama-Te sobre a nossa aridez.
Vem, Fonte de Paz, aparta-nos dos caminhos da indiferença, conduz-nos a quem de nós necessita, ajuda-nos a ser Teu grito num mundo de sussurros.
Vem, Chama Ardente, toma a nossa fraqueza e sê em nós Força; faz-nos audazes instrumentos da Tua paz, sementes do Teu Amor.
Vem, Consolador dos Povos, verte a Tua justiça em nosso agir; ensina-nos a orar nas mãos que partilham o pão, nos pés que vão ao encontro, nos ouvidos que escutam, no olhar que busca a Tua face, na boca que Te proclama, no coração que se dá.

Vem, Sabedoria Divina.
Vem, Sopro de Vida.
Vem, Força e Fortaleza.
Vem,
Pai dos pobres.
Vem, Defensor dos pequeninos.
Vem, Espírito Santo, renova a face da Terra!

12 de novembro de 2007

Jubilai

Ó omnipresente desejo criador, transborda os nossos apertados corações, e exulta nas nossas amedrontadas vozes e acções.

Que o júbilo do amor sem confins, todo horizonte e trajecto, deflagre nos nossos olhos. Que o seu fogo erga as nossas mãos e arrebate os nossos passos na queda e no caminho. Que o medo seja confiança sem deixar de ser susto.

Alegria clama na terra e no céu.

Pelo encontro na diferença, quão caídos ou orgulhosos, possamos de rosto em rosto acender o que tudo une.

Pelo encontro na afinidade, quão cegos de ansiedade ou engano, possamos acender de rosto em rosto o que tudo distingue sem separar.

Alegria clama na terra e no céu.

Para que todo o encontro ou embate seja escuta e procura, acolhimento e descoberta, ó deus da criação e da vida, traz a paz combativa às nossas almas, dá-nos a força amorosa para alentar e dar espaço ao que for da tua vontade seja, na diferença e confusão da nossa. Abre os nossos olhos à estranheza do outro, à beleza viva que estremece em tudo o que há e do teu amor criador provém, das plantas aos anjos e à poeira das estrelas e de todas as pessoas que à nossa vida assomam. Não nos deixes apertar tudo o que a nós vem na pequenez do nosso ego quando se fecha e apenas a si se ouve, ó deus da palavra que escuta e dá voz ao mais perdido de nós. Ouve esta voz que limitada te apela, insuficiente te clama, para que o júbilo do teu amor nos faça estremecer num cântico de louvor e ternura.

Na concórdia e na dissonância, sobre os tectos e os abismos, no fundo de todos os oceanos, no limite de todos os mundos, faz-nos voz que dá vida, acto que alimenta, corpo que abraça. E não nos deixes cair no poço seco de nós próprios, onde a própria alegria se torna melancolia e amargura, e o amor mágoa e ressentimento.

E que o teu júbilo criador seja em nós, a cada dia que passa e morre, a vida que tudo retém e devolve, no mistério do teu amor que se oculta na evidência do mundo, no estertor que permanece e estremece no escoamento de todas as coisas.

E que assim seja, ó nosso deus. Acende o teu amor em tudo o que somos e estamos.

Ámen.

11 de novembro de 2007

Oração da Benção pela Familia

Nós vos bendizemos, Senhor,
que, na vossa infinita misericórdia,
quiseste que o vosso filho feito homem,
fizesse parte de uma familia humana,
crescendo no ambiente da intimidade doméstica
e conhecendo as suas preocupações e alegrias.
Humildemente Vos pedimos Senhor:
guardai e protegei a minha familia
para que, fortalecida pela vossa graça,
goze de prosperidade, viva na concórdia
e, como Igreja doméstica,
seja no mundo testemunha da vossa glória.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.
Amen.

(Retirado do livro de cânticos da Comunidade Luz e Vida)

9 de novembro de 2007

Jesus escondido

"Pasme o homem todo, estremeça a terra inteira, rejubile o céu em altas vozes quando, sobre o altar, estiver nas mãos do sacerdote o Cristo, Filho de Deus vivo! Ó grandeza maravilhosa, ó admirável condescendência! Ó humildade sublime, ó humilde sublimidade! O Senhor do universo, Deus e Filho de Deus, se humilha a ponto de se esconder, para nosso bem, na modesta aparência do pão" (São Francisco de Assis)

8 de novembro de 2007

Senhor dos insondáveis abismos

Senhor dos insondáveis abismos, Esplendor Eterno, que a Tua luz me cegue, para que eu possa ver!
Senhor da aurora, Presença Terna do meu entardecer, em Ti me refugio, como frágil gota no imenso oceano... ensina-me a ser mar!
Senhor, Deus-Poeta que me ama, Vida em mim... em Ti confio!

Oração da família

Em especial, pela família da Isabela e a pedido, hoje, da sua mãe.

Senhor, nosso Pai,
Tu quiseste que o Teu Filho
nascesse e crescesse
no seio de uma família como as outras.
Assim, ao longo de uma vida simples,
Ele aprendeu, pouco a pouco
de José e de Maria
a tornar Se adulto
e a descobrir a sua missão.

Por isso, Senhor, nosso Pai,
nós Te pedimos que as famílias de hoje
sejam fortes, estáveis e vivam em harmonia.
Que cada um atinja o pleno desenvolvimento
na alegria de estar juntos, até ao perdão.
Que elas escutem todos os apelos
vindos de fora.

Pai, tu que és todo Ternura,
concede às famílias feridas pela doença,
o luto, a divisão ou a ruptura,
a coragem de continuarem a crescer
e a esperar em Ti,
sem nunca perderem a confiança um no outro.

Que cada família acolha o Teu Espírito
e, dia após dia, d’Ele receba a inspiração.

Isto é vital para a Igreja.
Isto é vital para o mundo.

(Cardeal G. Dannels, Bélgica - em: paróquias.org)

P.N., A.M., Glória


7 de novembro de 2007

aumenta a minha fé

Pai, ajuda-me a ser forte na adversidade
Para que o sofrimento não me vença.
Que em vez de esmorecer e cansar-me,
Ganhe a coragem necessária
Para transpor todos os obstáculos
Que permites existirem no meu caminho,
E, que por Teu Amor, os tome por desafios
E boa maneira de Te servir.

Senhor eu creio, mas aumenta a minha fé.

6 de novembro de 2007

A Paz, a Concórdia, o Amor...

Que posso eu fazer Senhor, se com aqueles que me estão próximos não nos conseguimos entender?
Quero Senhor, ser Teu semeador da paz e da concórdia.
Meto os pés na terra arável Senhor, mas tens de ser Tu a dar-me a semente, a mudar-me também a mim, para que o fruto seja o amor.
Nas nossas fraquezas já não conseguimos, já não discernimos, já não temos argumentos, porque o orgulho nos tolda o pensamento e o sentir.
Tens de ser Tu Senhor, porque só Tu és capaz de mudar os corações, só Tu és capaz do amor que sempre vence.
Mais uma vez e sempre Senhor, vestido de confiança, respirando esperança, coloco nas Tuas mãos a concórdia e o amor entre aqueles que são mais próximos.
E trabalhando, lutando pela paz, descanso na infinitude do Teu amor.
Amen.

5 de novembro de 2007

Oração Diária pelas almas

Senhor e Deus omnipotente, suplico-vos que, pelo Santíssimo Corpo e Preciosíssimo Sangue que vosso Divino Filho, na noite de sua Paixão, deu em comida e bebida a seus apóstolos e deixou a toda Igreja em sacrifício perpétuo e salutar alimento dos féis, livreis as almas do purgatório e, em especial, a mais devota deste mistério de amor, para que, por ele, vos louve com o vosso divino Filho e com o Espírito Santo na eterna glória. Amém

Vento, vela acesa

Meu senhor e meu deus, nada há que eu possa ser, ansear ou dizer – que tu não antevejas e does ser desde toda a eternidade.

Eis-me.

Preenche este silêncio com o que me é próprio e eu não digo nem sei. Invade esta desgarrada e pequena parte que eu sou, do sentido inominável do todo que susténs. Faz de mim, nesta noite funda, uma tua abrasada respiração. Salva-me por um teu breve instante, ó deus do amor e da unidade.

Eis-me não sei, faz-me entregue.

Por Jesus Cristo teu filho irmana-me, ámen.

1 de novembro de 2007

Todos os Santos

Jesus, ó redentor, supremo Bem,
Socorrei nossas vidas neste mundo.
Valei-nos, Mãe de Deus e nossa Mãe,
Com vosso olhar profundo.
.
São nossas almas como frágeis barcas.
Anjos, guiai-as sobre o mar atroz.
E vós, Profetas, santos Patriarcas,
Rogai a Deus por nós.
.
Apóstolos de Cristo, abençoados
Pela unção da Palavra redentora;
E vós, ó Virgens, lírios sagrados,
Na luz da eterna aurora.
.
Vós, Mártires da fé, que em chama viva
Derramastes o sangue heroicamente,
Tornai a nossa fé mais combativa,
Mais pura e mais ardente.
.
Ao Pai, suma verdade e resplendor,
A Cristo, Rei dos tempos e da história,
E ao sempiterno Espírito de amor,
Todo o louvor e glória.


Hino do Oficio de Laudes

31 de outubro de 2007

Alegria no Senhor...


Aqueces-me com o Teu amor, e eu deixo-me aquecer.
Sabes Senhor, é o meu sol, o Teu amor!
E as minhas cores Senhor, são a Tua paleta de dons!
Hoje Senhor, caminho contigo, são duas as pegadas na praia!
Obrigado Senhor, pelo dom da vida, pelo dom da alegria!
Amen.

30 de outubro de 2007

Ao Teu colo, Senhor...

Hoje Senhor, parecem-me o Sol menos quente e as cores da natureza mais pálidas.
Hoje Senhor, o dia nasceu mais cinzento no meu coração.
Mas eu não o quero assim, porque Te tenho Senhor, e ao Teu lado tudo é calor, tudo é cor.
Hoje Senhor, vais ter que me levar ao colo.
Hoje Senhor só vão aparecer umas pegadas na areia: As Tuas, Senhor!
Mas não me leves só a mim Senhor, leva a todos aqueles para quem hoje o dia nasceu mais cinzento.
Sei que podes com todos, mas se alguém ficar para trás Senhor, que seja eu que me saiba entregar por eles.
Vês Senhor, basta falar conTigo e o Sol já aquece mais, as cores já são mais vivas.
Ou és Tu Senhor, que me fazes sentir assim!

29 de outubro de 2007

Nas Tuas mãos, Senhor!

Quiseste levar o nosso irmão A.N. há uma semana para junto de Ti. O exemplo de sua mãe e irmãos, ao aceitarem de coração aberto a sua partida, são a maior prova do Teu imenso Amor!

Obrigado por os teres colocado no meu caminho. Nas Tuas mãos, na Tua Glória, já se encontra o A.N.

Sim

Possamos teus filhos libertar-nos da falsidade, ó deus da oculta transparência, faz.

28 de outubro de 2007

Cristo sempre

Cristo comigo,
Cristo dentro de mim,
Cristo diante de mim,
Cristo atrás de mim,
Cristo à minha direita,
Cristo em minha casa,
Cristo na rua,
Cristo no caminho,
Cristo no meu lugar de trabalho,
Cristo em todos os olhos que me vêem,
Cristo em todos os ouvidos que me escutam,
Cristo na boca de todo o homem que fala,
Cristo no coração de todo o homem que pensa em mim,
Cristo comigo e eu com Cristo
Sempre e em todo o lugar.

(Oração de S. Patrício)

26 de outubro de 2007

25 de outubro de 2007

Um jeito de falar de amor...

Sabes, Senhor,
eu gosto muito da minha mãe
embora ela me diga que não
talvez porque o modo que eu tenho de lho demonstrar
não seja visível para ela
ou porque eu me retraio pela frieza dela.

E porque hoje não possso passar
sem lho demonstrar mais visivelmente
Te peço que me ensines a amá-la
de modo mais perceptível.

Obrigada, Senhor,
porque lhe permitiste completar noventa e um anos;
Obrigada, Senhor,
porque lhe tens dado força
e coragem
e robustez física;
Obrigada, Senhor,
por, apesar de tudo, ela ser como é,
com as suas qualidades
e as suas fraquezas inconscientes.

Te peço também, Senhor,
que me dês a paciência que me falta, tantas vezes,
para suportar a sua maneira de ser dura e rebelde.

Obrigada também, Senhor,
por concederes aos meus pais que chegassem juntos, hoje,
ao sexagéssimo nono aniversário de matrimónio.

Te agradeço, Senhor,
por ter nascido,
depois de muitos anos,
depois de três filhos já homens,
tão fora de tempo,
esta filha tão insubmissa.

Fa

24 de outubro de 2007

A Tua vontade...



Por mais palavras que diga Senhor, nada acrescento à oração.
Por isso, tudo coloco nas Tuas mãos.
Nada Te peço Senhor, a não ser o que é melhor para todos
E o melhor Senhor, é com certeza a Tua vontade.
Amen.

Ao Pai, pelo meu pai...

Hoje, Senhor
te peço pelo meu pai.
Hoje, no dia do seu aniversário.
Afinal, fazer noventa e quatro anos
não é para todos.

Senhor
te agradeço a longa vida
que lhe tens dado.

Ajuda-o, Senhor,
a suportar com coragem
os seus últimos tempos,
e os sofrimentos
que já carrega.

Tu, Pai Celeste
sabes melhor do que ele necessita.
Mas não permitas
que ele se deixe deprimir
ao pensar no seu fim terreno.
E que sempre caminhe para Vós!

Ajuda-me também, Senhor, a saber ser filha.

Obrigada

Fa

23 de outubro de 2007

Oração pela Vocação Missionária

Na última semana do mês das Missões, deixo-vos as intenções que têm como tema a "Vocação Missionária".



- Senhor, tornai-me dócil à vossa vontade, fazei-me escutar-vos no frenesim do dia-a-dia. Pai, que hoje nos reunistes aqui para ouvir o vosso chamamento, ajudai-nos a sairmos da nossa terra, do nosso conforto e do nosso individualismo.



- Senhor, tornai-nos atentos para aceitar os vossos desígnios, corajosos para inverter as injustiças e as faltas à dignidade do vosso povo e dai-nos a clareza de espírito para perceber onde nos chamas.



- Senhor, tornai as nossas famílias, conscientes do dever que têm de dar um contributo à causa missionária da Igreja, cultivando as vocações missionárias entre os seus filhos e filhas.



- Senhor, rezemos pelos consagrados e leigos comprometidos para que cumpram fielmente a sua missão de anunciar a Boa Nova e nunca se sintam desanimados.



- Senhor, oremos pelas nossas comunidades cristãs comprometidas com a missão de anunciar Cristo nas catequeses, grupos corais, movimentos eclesiais e diversos serviços aos irmãos.



Ouvi o vosso povo caminhante,
orante, peregrino, em unidade, anunciador e serviçal.

Oferecimento de vida

Meu amado Jesus:
Diante das pessoas da Santíssima Trindade, diante de Nossa Mãe do céu e toda a Corte celestial, ofereço, segundo as intenções de vosso Coração Eucarístico e as do Imaculado Coração de Maria Santíssima, toda minha vida, todas as minhas Santas Missas, Comunhões, boas obras, sacrifícios e sofrimentos, unindo-os aos méritos de Vosso Santíssimo Sangue e Vossa Morte de Cruz.
Para adorar a Gloriosa Santíssima Trindade.
Para oferecer-Vos reparação por nossas ofensas.
Pela união de nossa Santa Mãe Igreja.
Por nossos sacerdotes.
Pelas boas vocações sacerdotais.
E por todas as almas até o fim do mundo.
Recebei, Jesus meu, meu oferecimento de vida e concedei graça para perseverar nele fielmente até o fim de minha vida. Amén.

22 de outubro de 2007

Communio

Quero acender-me numa chama a Maria, pequena como a tremura que sou.

Quero palpitar agora, pequeno seguramente, frémito das asas do anjo que me guarda invadi-me e guiai-me.

Que a densidade dos véus me não tolha e afunde, santos do céu e da terra erguei-me.

No ventre da luz o grito da água clamai, ó vozes dispersas falai e escutai. E no deus que vos diz, a palavra dissipada calai.

Bendito o nome do deus, bendito o seu verbo. Bendito o seu sangue que a todos reúne.

Aqui e agora e para o todo, ámen.

21 de outubro de 2007


Senhor que esta vela que acendo


seja luz para que Tu me ilumines

nas minhas dificuldades e nas decisões que devo tomar


seja fogo para que Tu queimes em mim

todo o egoismo, orgulho e impureza


seja chama para que Tu aquecas

o meu coração e me ensines.


Senhor, deixando esta vela acesa

é a minha vida que coloco nas Tuas mãos

faz que sejam para Tua glória

as minhas actividades deste dia.


Amén
Esta oração foi retirada da Igreja dos Martires onde nos sábados de manhã me encontro em oração. Depois de ler esta oração, apetece-me sempre acender uma vela.
Hoje lembrei me de a partilhar.

19 de outubro de 2007

Perdoa

Jesus, Eu Confio em Vós! Aumenta esta confiança!

Não tenhamos medo de Te seguir! Afinal, só Tu tens palavras de vida eterna!

18 de outubro de 2007

Cross in My Pocket

            I carry a cross in my pocket
A simple reminder to me
Of the fact that I am a Christian
No matter where I may be.

This little cross is not magic
Nor is it a good luck charm.
It isn't meant to protect me.
From every physical harm.

It's not for identification
For all the world to see.
It's simply an understanding
Between my Savior and me.

When I put my hand in my pocket
To bring out a coin or key.
The cross is there to remind me
Of the price he paid for me.

It reminds me, too, to be thankful
For my blessings day by day
And strive to serve him better
In all that I do and say.

It's also a daily reminder
Of the peace and comfort I share
With all who know my master
And give themselves to his care.

So, I carry a cross in my pocket
Reminding no one but me
That Jesus Christ is Lord of my life
If only I'll let him be.

http://www.santidade.net/musicasML3.htm

17 de outubro de 2007

No deserto...nasce a vida...

Não deixes Senhor que o deserto se instale.
Não deixes Senhor que a areia tome conta do meu espaço.
Não deixes Senhor que ela tudo invada e faça morrer a vida.
Descobre em mim Senhor a rocha de onde brota a água,
e fere-a com o bastão do Teu amor.
Dessa água Senhor, a Tua água Senhor, nasce a Vida
e o louvor no meu coração.
Amen.

16 de outubro de 2007

Jesus..



Jesus!
Espera um pouco
Voltei atrás...
Para Te agradecer
Para Te dizer que
Rodopio de alegria
Enquanto Te Louvo!
Tu que és o Deus
Dos impossíveis,
Continua a cuidar
Com todo o amor
A pessoa que
Continua a precisar de Ti
Que precisa da Tua Força
E do Teu Amor!
Cuida igualmente de
Todas as pessoas que
Neste momento sofrem
E das que precisam
De Força
Para seguir o caminho!

Amen!

15 de outubro de 2007

Ilumina

Meu senhor e meu deus, abre o nosso coração à compreensão das coisas imperceptíveis, conduz-nos ao combate pacífico em que no caos e injustiça do mundo e da vida, te entrevejamos e ansiemos na névoa do teu sentido, no mistério da tua justiça, no segredo da tua beleza.

Oh deus incógnito e imperceptível na carne primeira, dá-nos na textura dos nervos e do sangue, a força sagrada que nos transfigura em tua presença e acção, transforma o nosso intermitente não num sim contínuo.

Dá-nos o olhar pulsando no regaço da alma, dá-nos a vida invadida pelos frutos da sentença. Dá-nos o pão, a água, o vinho, e a primeira noite. Ilumina o nosso esquecimento, lembra-te de nós oh nosso deus.

Agora e para sempre e com toda a confiança, ámen.
Senhor, fazei o nosso coração semelhante ao vosso

E já vamos na terceira semana das Missões. Aqui ficam as orações desta semana que têm como tema a PARTILHA.



- Dai-nos sacerdotes imbuídos dos sentimentos de Cristo, persuadidos de que mais do que uma profissão, o "ser padre" é uma vocação a viver no seguimento do Cristo, mestre experiente de oração e guia de almas pelos caminhos do serviço de Deus;



- Dai-nos cristão "evnagelizados" para poderem evangelizar, que é algo mais do que apregoar os conteúdos do Evangelho: é levar os homens a encontrar-se com Cristo e a deixar-se encontrar por Ele;



- Dai-nos jovens de convicções pessoais, alegres na sua missão e felizes com a sua escolha, sem desânimos nem cansaço, não obstante as dificuldades da caminhada evangélica, dispostos a dar a razão da esperança ue os anima;



- Dai-nos missionários e missionárias capazes de viver e criar em comunhão com os mais pobres deste mundo, abrir caminhos para a reconciliação entre pessoas e povos, e de levar por adiante o "diálogo da salvação" com todos os homens de boa vontade;



- Aos que morreram a defender as exigências da justiça e a propor os imperativos da caridade, abri, Senhor, as portas do banquete eterno.



Senhor, ajuda-nos a crescer no diálogo, na caridade, na solidariedade e na justiça. Ilumina nossos caminhos para construirmos uma nova história, com lugar para todos, com IGrejas unidas fazendo um mundo melhor.
Somos pequenos diante da grandeza da missão a que nos chamas. Contamos com a tua graça, que tudo pode e há-de realizar as tuas promessas. Mostra-nos com a tua graça, que tudo pode e há-de realizar as Tuas promessas. Mostra-nos, Senhor, Teus caminhos, e alimenta nossa preserverança na caminhada. Amén.

14 de outubro de 2007

Ó Virgem Maria,...

Ó Virgem Maria,
Mãe da Ternura,
Rainha do acolhimento e da comunicação,
Senhora do sim ao chamamento do Pai,
Tu, espelho fiel do rosto da ternura de Deus:
Alcança-nos a graça de sermos Igreja do acolhimento,
Casa aberta para todos.
Ajuda-nos a ser como Tu:
Acolhedores e testemunhas da ternura de Deus,
Atentos às necessidades dos irmãos,
Generosos no sim à vocação a que o Senhor nos chama.
Acompanha e guia a nossa Igreja no seu caminho pastoral!

D. António Marto, Bispo de Leiria-Fátima
Na sua Carta Pastoral sobre o acolhimento e a vocação.

12 de outubro de 2007

Virgem Mãe

Ó Virgem Maria, anoitece e tudo se aquieta na terra.
É a hora do repouso, não me abandones!

Coloca a tua mão sobre os meus olhos ,
E como mãe, fecha-os, docemente, às coisas terrenas.

De preocupações e de tristeza,
A minha alma está cansada
E o trabalho que me aguarda, não tarda.

Coloca a tua mão sobre a minha fronte
E sossega o meu pensamento.
Doce será o meu descanso se abençoado por Ti.

Para que amanhã, mais forte,
Teu(tua) filho(a), acorde e alegremente,
Retome o peso de um novo dia.

Coloca a tua mão sobre o meu coração
Para que ele sempre vigie e a seu Deus
Consagre um eterno amor.

Amen.

*adaptação feita a uma oração cujo autor desconheço.

Obrigado Senhor...

Obrigado Senhor, por tanto que me dás.
Perdoa-me Senhor, por tão pouco que eu dou aos outros.
Obrigado Senhor, pelo Teu perdão constante.
Perdoa-me Senhor, porque perdoo tão pouco.
Obrigado Senhor, porque não Te ouvi um queixume.
Perdoa-me Senhor, porque nunca estou satisfeito.
Obrigado Senhor, pelo Teu infinito amor.
Perdoa-me Senhor, porque ainda não sei amar.
Obrigado Senhor, pela Mãe que nos quiseste dar.
Perdoa-me Senhor, por tantas vezes não ser filho.
Obrigado Senhor, porque tudo o que de Ti me deste.
Perdoa-me Senhor, porque tão pouco a Ti me entrego.
Obrigado Senhor, por seres meu alimento.
Perdoa-me Senhor, por tantas vezes não me alimentar.
Obrigado Senhor, obrigado.
Perdoa-me Senhor, que não sei agradecer.

10 de outubro de 2007

Oração Missionária

Estamos na segunda semana do mês das missões. Aqui ficam as orações para esta semana que tem como tema o Sacrifício.

- Supliquemos a Cristo, exemplo de sacrifício, para que nos encha de coragem a fim de abraçarmos os sacrifícios da vida como Ele abraçou a cruz;

- Senhor Jesus Cristo, que acompanhas todo o homem que vive neste mundo, ajuda cada cristão a assumir o seu compromisso de amar sem medida e a espalhar o Teu amor nos sacrifícios de cada dia;

- Senhor Jesus Cristo, que nos chamas a uma entrega total e incondicional, dá-nos a virtude da preserverança nas tribulações;

- Senhor Jesus Cristo, que és para nós o exemplo de generosidade, entrega e sacrifício pelo próximo, torna-nos mais generosos na partilha da vida e dos bens com os mais desfavorecidos;

- Senhor Jesus Cristo, que continuas a chamar, toca o coração dos jovens de hoje para que se deixem encontrar pela vida de entrega total ao plano de Deus.;

- Senhor Jesus Cristo, presença do amor de Deus, faz da Igreja o verdadeiro rosto do Pai que nos amou primeiro.

Ensina-nos, Senhor, a amar a cruz de cada dia.