30 de junho de 2007

"Tu, vai anunciar o reino de Deus!"

Este sou eu, és tu, somos todos nós a quem Ele se dirige, pois no Evangelho é Ele mesmo que continua a anunciar, como outrora, o que ouviu do Pai...

Faz com que saibamos deixar tudo para Te seguir,
com que tenhamos a coragem que tantas vezes nos falta,
como que larguemos o nosso arado de cada dia,
e possamos de todo o coração seguir-Te..
Sem reservas,
sem medos,
sem receios,
sem nenhuma outra recompensa que Tu mesmo...

Faz com que nos deixemos guiar pelo Espírito,
com que reconheçamos a verdadeira liberdade em Ti,
com que nada mais nos detenha senão o escutar-Te...
... Em cada irmão que hoje sofre,
em cada pobre,
em cada "leproso"
que continua, hoje, a gritar "Tem piedade de mim!"

E neles Tu reclamas a nossa atenção,
e para eles és Tu o auxílio,
a cura e o alento,
em nós que neles Te socorremos...

Ajuda-nos sobretudo a reconhecer este grande mistério do Teu amor,
Tu que sendo grande te fazes pequeno,
que tudo podendo queres precisar em nós o pouco que podemos...
Neste dia, hoje, e sempre, aceita o nosso coração e o desejo que dele brota:
«Seguir-Te-ei para onde quer que fores»!

XIII Domingo Comum (C) - A liberdade como herança

«Quem olha para trás, depois de deitar a mão ao arado, não é apto para o Reino de Deus.»
Lc. 9, 62

O Senhor é a minha herança
A única herança que vale a pena;
O único horizonte de certeza…
E felicidade total!

A herança que o Senhor promete e dá
É a verdadeira liberdade;
Definida não a partir do “eu”
Mas a partir d’Ele próprio,
Definida a partir do amor.

Deus quer contar connosco
Para intervir no mundo;
Espera coragem e entrega
Fidelidade e radicalidade
No uso da liberdade de amar
De servir e viver
N’Ele e para Ele!

Será discípulo aquele que é capaz
De ser autenticamente livre porque ama
É discípulo aquele que é capaz
De avaliar o passado;
Amar no presente;
E não temer o futuro!

Samo da Tranquilidade

Senhor, eu chamei por Ti
e Tu ouviste.
A Tua voz ecoou pelos céus sem fim
e entrou em mim
como um raio de luz
que me iluminou.
Senhor, eu confiei-Te
a minha preocupação
e Tu estendeste a mão,
abris-te o sorriso
e tocaste o meu coração.
Senhor, eu dei-Te
a minha intranquilidade
e Tu, Senhor,
olhaste para mim
e nesse olhar
veio todo o Teu amor,
que me cobriu de paz e felicidade.
Senhor, eu contei-Te
o meu problema
e Tu sussurraste ao meu ouvido,
cheio de ternura:
«Não temas,
Eu estou aqui».

Escrito em 14.10.1999

29 de junho de 2007

Oração para hoje...

Que eu continue a acreditar no outro
mesmo sabendo de alguns valores
tão esquisitos que permeiam o mundo;

Que eu continue optimista,
mesmo sabendo que o futuro
que nos espera nem sempre é tão alegre;

Que eu continue com a vontade de viver,
mesmo sabendo que a vida é,
em muitos momentos,
uma lição difícil de ser aprendida;

Que eu permaneça com a vontade
de ter grandes amigos(as),
mesmo sabendo que com as voltas do mundo,
eles(as) vão indo embora de nossas vidas;

Que eu realimente sempre a vontade
de ajudar as pessoas,
mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver,
sentir, entender ou utilizar esta ajuda;

Que eu mantenha meu equilíbrio,
mesmo sabendo que os desafios
são inúmeros ao longo do caminho;

Que eu exteriorize a vontade de amar,
entendendo que amar não é sentimento de posse,
é sentimento de doação;

Que eu sustente a luz e o brilho no olhar,
mesmo sabendo que muitas coisas que vejo no mundo,
escurecem meus olhos;

Que eu alimente minha garra,
mesmo sabendo que a derrota e a perda
são ingredientes tão fortes
quanto o Sucesso e a Alegria;

Que eu atenda sempre mais
a minha intuição, que sinaliza
o que de mais autêntico possuo;
Que eu pratique sempre mais
o sentimento de justiça, mesmono meio
da turbulência dos interesses;

Que eu não perca o meu forte abraço,
e o distribua sempre;
Que eu perpetue a Beleza e o Brilho de ver,
mesmo sabendo que as lágrimas
também brotam dos meus olhos;

Que eu manifeste o amor por minha família,
mesmo sabendo que ela
muitas vezes me exige muito
para manter a sua harmonia;

Que eu acalente a vontade de ser grande,
mesmo sabendo que
a minha parcela de contribuição no mundo é pequena;

E, acima de tudo...

Que eu lembre sempre
que todos nós fazemos parte
desta maravilhosa teia chamada Vida,
criada por Alguém bem superior a todos nós!
E que as grandes mudanças
não ocorrem por grandes feitos de alguns e,
sim, nas pequenas parcelas quotidianas de todos nós!

(Autor Desconhecido)

Salmo 139 (138) - Adapt.

"Veni Creator"

Vinde, Espírito Criador,
visitai as almas dos Vossos;
enchei de graça celestial
os corações que criastes!

Sois o Divino Consolador,
o dom do Deus Altíssimo,
fonte viva, o fogo, a caridade,
a unção dos espirituais.

Com os Vossos sete dons:
sois o dedo da direita de Deus,
Solene promessa do Pai
Inspirando nossas palavras.

Acendei a luz nos sentidos;
insuflai o amor nos corações,
amparai na constante virtude
a nossa carne enfraquecida.

Afastai para longe o inimigo;
Trazei-nos prontamente a paz
Assim guiados por Vós
Evitaremos todo o mal.

Por Vós explicar-se-á o Pai
E conheceremos o Filho;
Dai-nos crer sempre em Vós
Espírito do Pai e do Filho.

Glória ao Pai, Senhor,
Ao Filho que ressuscitou
Assim como ao Consolador.
Por todos os séculos.

Amen.

Transcrição do Hino "Veni Creator", ao Espírito Santo.

S. Paulo



Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo,
eu vos adoro e vos agradeço
por terdes dados ao mundo o exemplo de S. Paulo,
que soube na sua vida imitar tão perfeitamente
os exemplos de Cristo,
a ponto de ser colocado como modelo para nós,
ainda peregrinamos neste mundo.

A sua fé na mensagem de Cristo,
a sua caridade ardente e a sua vida de esperança
orientada unicamente para Vós
são motivos de força e entusiasmo para nós.

O seu amor ao Evangelho, sensibilizou-me
e, sentindo-me indigno de recorrer directamente a vós,
faço-o por meio de S. Paulo, o santo da minha confiança.
Vos suplico; dai ao mundo a verdadeira sabedoria… a vossa divino Pai!

Para ser digno de sua intercessão prometo imitar os exemplos de S. Paulo.
Senhor, dignai-vos atender meu pedido, se essa for a vossa vontade.

Ámen.

(adaptação de uma oração popular)

S. Pedro


"Sim, Senhor, Tu sabes que eu sou deveras teu amigo.»
Jesus disse-lhe: «Apascenta os meus cordeiros.» Jo. 21, 15


Quero ser como tu
E deixar-me interpelar
Guiar e seguir Jesus…
Sem medos ou vergonhas!

Quero ser como tu
E fazer-me ao largo;
Levantar-me e andar
Com Jesus…
Crescer todos os dias
No seu amor e conhecimento
Para amar servindo!

Se te imitar
Santo Apóstolo
Descobrirei a força da fé
A alegria e a esperança verdadeiras…
A certeza de nunca estar sozinho!

Evangelho do dia

Mateus 16,13-19.
Ao chegar à região de Cesareia de Filipe, Jesus fez a seguinte pergunta aos seus discípulos: «Quem dizem os homens que é o Filho do Homem?»
Eles responderam: «Uns dizem que é João Baptista; outros, que é Elias; e outros, que é Jeremias ou algum dos profetas.»
Perguntou-lhes de novo: «E vós, quem dizeis que Eu sou?»
Tomando a palavra, Simão Pedro respondeu: «Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo.»
Jesus disse-lhe em resposta: «És feliz, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que to revelou, mas o meu Pai que está no Céu. Também Eu te digo: Tu és Pedro, e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do Abismo nada poderão contra ela.
Dar-te ei as chaves do Reino do Céu; tudo o que ligares na terra ficará ligado no Céu e tudo o que desligares na terra será desligado no Céu.»

Obrigado Senhor pela Tua Palavra, que é luz para o nosso caminho.
E para nós Senhor, quem és Tu?
Alguém a quem só queremos para as nossas dificuldades?
Alguém de quem só nos lembramos nas provações?
Alguém que esperamos apenas para resolver os nossos problemas?
Ou és o Filho de Deus vivo, que acreditamos encarnou como nós, morreu por nós e ressuscitou para nos garantir a vida eterna?
És Tu Senhor, Aquele a quem mais amamos acima de todas as coisas?
És Tu Senhor, Aquele a quem confiamos as nossas vidas?
És Tu Senhor, Aquele de quem queremos fazer a vontade, seja ela qual for para nós?
Ajuda-nos Senhor, a respondermos como Pedro, não pela nossa inteligência, mas porque o Pai, pelo Espírito Santo Te revela a nós e em nós.
Leva-nos Senhor a amar também a Tua Igreja, com todas as suas virtudes e todos os seus defeitos.
A unirmos em vez de dispersarmos, a construirmos em vez destruirmos, a sermos úteis em vez de apenas criticarmos.
Sim Senhor, queremos dizer-Te de coração aberto: «Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo».
Amen.

28 de junho de 2007

Queremos Ouvir-te Senhor!


Tu que nos falas nos Textos Sagrados...
Tu que nos falas no silêncio do nosso coração
Mas, também através do irmão que não conheço,
do irmão que é humilde...
Sim Senhor!
Não escolhes os doutores, os sábios,
mas escolhes os humildes para serem portadores
das Tua palavra,
e assim revelas a gratuidade dos Dons Dívinos!
Queremos ouvir-Te Senhor!
Ajuda-nos a acolher os profetas que nos envias,
a escuta-los, a reconhece-los...
Pois, eles trazem a Tua palavra ...
Faz-nos meigos e de coração aberto, porque
Queremos ouvir-Te senhor!

Faz-me justiça ó Deus

Faz-me justiça, ó Deus
E defende a minha causa em desmérito
da gente sem piedade!
Livra-me do homem mentiroso e perverso.
Envia a tua luz e a tua verdade,
Para que elas me guiem e me conduzam
à tua montanha santa, à tua morada...

(do Salmo 43)

Evangelho do dia

Mateus 7,21-29.
«Nem todo o que me diz: 'Senhor, Senhor’ entrará no Reino do Céu, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está no Céu.
Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizámos, em teu nome que expulsámos os demónios e em teu nome que fizemos muitos milagres?’
E, então, dir-lhes-ei: 'Nunca vos conheci; afastai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.’»
«Todo aquele que escuta estas minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; mas não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.
Porém, todo aquele que escuta estas minhas palavras e não as põe em prática poderá comparar-se ao insensato que edificou a sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se, e grande foi a sua ruína.»
Quando Jesus acabou de falar, a multidão ficou vivamente impressionada com os seus ensinamentos, porque Ele ensinava-os como quem possui autoridade e não como os doutores da Lei.


Obrigado Senhor pela Tua Palavra, que é vida para nós.
Somos assim Senhor, batemos muitas vezes com a mão no peito, mas não chegamos ao nosso coração.
Fazemos muitas coisas, mas às vezes apenas para sermos reconhecidos e elogiados.
Fazê-lo mais para nós próprios do que em Teu Nome.
Falamos muito, mas o nosso testemunho não condiz com as nossas palavras.
Os nossos alicerces são fracos, porque não os mergulhamos na Tua Palavra, no Teu Amor.
Por isso quando vêm as contrariedades, as provações, muitas vezes vacilamos e caímos.
Mas cremos na Tua misericórdia, Senhor.
Por isso Te pedimos que nos ensines e ajudes a sermos segundo a Tua Palavra.
Derrama Senhor o Teu Espírito Santo, para que nos ilumine e conduza no caminho da Tua vontade.
Amen.

27 de junho de 2007

Quem ama... vive!

“Quem não está comigo está contra Mim e quem não junta comigo dispersa!”
Lc 11, 14-23


Meu bom Jesus
Como é bom saber
Que gostas de pessoas sinceras
De pessoas coerentes e autênticas.
Ensina-me a caminhar conTigo
A Teu lado…
Para que consiga colocar
Ao Teu serviço
As minhas mãos empenhado no trabalho
Atento e solícito para quem necessita.
Ensina-me a entender que quando não amo
Não construo…
Se não amo… Destruo!
Ajuda-me a viver alegre e feliz
Em comunhão conTigo
Com os irmãos…
E todos juntos de mãos dadas
Edifiquemos desde já o Teu reino.

Jesus...



Ò Jesus
Deixa estar a tua mão
Na minha mão
Deixa que ela aquiete o meu ser
E me deixe estar neste silencio
Que me leva e me traz
E onde me encontro
Comigo e Contigo.

Amen!

Senhor.....


Senhor
Fica comigo para sempre,não me abandones.
Deixa-me sentir-te no mais íntimo do meu coração,presente e escondido ao mesmo tempo.
Faz da minha alma o lugar das tuas delicias e do teu repouso.
Eu não te perturbarei.
Estarei a teus pés,contemplar-te-ei e amar-te-ei sem ruído.
Dar-te-ei o pouco que posso.
Reinarás inteiramente sobre mim, e o teu reino não acabará mais.
Obrigada,meu Deus,por tanta bondade!
Não preciso de dizer mais nada,mas de te amar.
Gostaria de repetir-te incessantemente algo que te agradasse e fosse digno de ti:sou teu,Senhor,e desejo identificar-me contigo; quero o que tu quiseres,isto é,quero-te para mim,todo para mim,cada vez mais para mim e eternamente.
Fica comigo,Senhor!
Reina.
Consome.
Une.
Diviniza.
Robert de Langeac

Evangelho do dia

Mt 7,15-20.
«Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos vorazes. Pelos seus frutos, os conhecereis.
Porventura podem colher-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?
Toda a árvore boa dá bons frutos e toda a árvore má dá maus frutos. A árvore boa não pode dar maus frutos nem a árvore má, dar bons frutos.
Toda a árvore que não dá bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Pelos frutos, pois, os conhecereis.»

Obrigado Senhor pela Tua Palavra.
Dá-nos Senhor o discernimento para conhecermos os Teus pastores.
Dá-nos Senhor o discernimento para conhecermos as Tuas obras e tudo o que vem de Ti.
Livra-nos Senhor de cair no erro, no caminho fácil, na busca do "maravilhoso".
Ajuda-nos Senhor para que as raizes que nos alimentam, estejam mergulhadas em Ti, para que as obras sejam Tuas e assim sejam boas obras.
Corta Senhor todas as raizes que se fixam no que não vem de ti, no que não é Teu, para que não possam crescer, nem dar fruto.
Que sejamos reconhecidos, não por nós, mas porque os nossos frutos são bons, porque vêm de Ti.
Amen.

26 de junho de 2007

Evangelho do dia

Mat 7,6.12-14.
«Não deis as coisas santas aos cães nem lanceis as vossas pérolas aos porcos, para não acontecer que as pisem aos pés e, acometendo-vos, vos despedacem.»
«Portanto, o que quiserdes que vos façam os homens, fazei-o também a eles, porque isto é a Lei e os Profetas.»
«Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que seguem por ele. Como é estreita a porta e quão apertado é o caminho que conduz à vida, e como são poucos os que o encontram!»

Obrigado Senhor pela Tua Palavra.
Leva-nos Senhor à mudança que nos ensinas e que é o "fazer aos outros o que queremos que nos façam a nós", em vez do "não fazer aos outros o que não queremos que nos façam a nós".
Livra-nos Senhor das facilidades, das certezas adquiridas, dos caminhos mais fáceis.
Ajuda-nos Senhor a "emagrecermos" nas nossas riquezas mundanas, para podermos passar pela porta estreita.
Queremos ser dos poucos que encontram o caminho que conduz à vida, guia-nos Senhor.
Serve-Te de nós Senhor, para chamarmos mais uns poucos ao teu caminho.
No Teu amor confiamos, a Ti nos entregamos.
Amen.

25 de junho de 2007

A tua Palavra


Eu Te louvo Senhor
Pela Tua Palavra
Através da qual,
Me indicas o caminho
E alimentas a minha fé.
Na Tua Palavra, Senhor,
Encontro o Teu imenso amor,
Consolação nos momentos tristes
Conforto nos meus cansaços
Coragem para os novos desafios.

Eu Te louvo Senhor
Pela Tua Palavra

Que me enche de esperança
De certeza no sentido
De luz para os próximos passos
De bênçãos, dons e graças
Para vencer os obstáculos,
De confiança para seguir.
Da alegria em caminhar livre
Da promessa de que não vou só
E que me guias para os Teus braços.

Encerramento do ano lectivo

Senhor, quero-te agradecer por este ano que passou.

Porque estiveste ao lado dos meus filhos, principalmente do mais velho, que ao ver-se numa nova escola e num novo ciclo poderia ter mais dificuldades.

Obrigado por o acompanhares...

Como sempre...

Vinde no que já cá estás

Dá-nos a justiça que suporta o fracasso, a beleza que abraça o seu desaparecimento. Dá-nos a resignação livre, a resistência a tudo o que não é fundo nem deixa ver dentro. Dá-nos o lume doloroso da candeia, o som do oceano nas nossas veias.

(Que não nos mova o que pensamos ser mas a tua palavra em nós pronunciada.
É fora do eu, que luz a última sílaba do nome tu.)

Dá-nos o grito do nosso nada, e o sussurro que em ti somos antes de nascermos. Abraça as nossas cinzas e reúne-as na tua infinidade, ó deus inefável e sem nome, em quem tudo é acto e passagem, que em nada se detém e tudo sustenta no silêncio maior.

(Porque o teu nome é o amor que és e te faz outro, e quem vê o outro a ti te vê.)

Dá-nos então, deus da distância infinitamente próxima, agora e sempre dá-nos mais uma vez, apenas mais uma vez e sempre dá-nos, ó deus no pequeno fogo dá-nos – o sussurro de nada ter e tudo louvar ámen.

Evangelho do dia

Mateus 7,1-5.
«Não julgueis, para não serdes julgados;
pois, conforme o juízo com que julgardes, assim sereis julgados; e, com a
medida com que medirdes, assim sereis medidos.
Porque reparas no argueiro que está na vista do teu irmão, e não vês a
trave que está na tua vista?
Como ousas dizer ao teu irmão: 'Deixa-me tirar o argueiro da tua vista’,
tendo tu uma trave na tua?
Hipócrita, tira primeiro a trave da tua vista e, então, verás melhor para
tirar o argueiro da vista do teu irmão.»

Senhor, somos tanto o oposto daquilo que nos pedes.
Somos tão lestos a encontrar os defeitos dos outros e a esconder os nossos.
Às vezes Senhor, até disfarçamos de sinceridade, de amizade, as criticas que fazemos aos outros.
Senhor, se formos medidos com a medida com que medimos, pobres de nós.
Por isso nós Te pedimos:
Ensina-nos a amar os outros e até os seus defeitos; ajuda-nos a reconhecermos os nossos erros e a corrigi-los com a Tua graça; guia-nos no amor que se dá sem condições.
Mostra-nos Senhor, “as traves” das nossas vistas, e assim poderemos tirá-las das nossas vidas, para que possamos no amor, ajudar os nossos irmãos a verem as suas também.
Só no Teu amor, Senhor, seremos amor.
Ámen.

24 de junho de 2007

Caminho


Senhor meu Deus,
não sei para onde vou.
Não vejo o caminho em frente,
nem sei ao certo onde ele findará.
Na verdade nem me conheço
e o facto de pensar
que estou a seguir a Tua vontade
não quer dizer que eu esteja a ser-lhe fiel.
Mas creio que o desejo de Te agradar
Te agrada realmente.
E espero manter este desejo
em tudo quanto fizer.
Espero jamais fazer qualquer coisa
alheia a esse desejo.
Sei que, se agir assim,
Tu me conduzirás pelo caminho certo,
embora eu nada possa saber sobre ele.
Por isso, sempre confiarei em Ti,
mesmo que me sinta perdido
ou às portas da morte, nada recearei,
pois Tu estás sempre comigo
e nunca me deixarás sozinho.

Thomas Merton

Ajuda-nos, Pai, a descobrir qual é a nossa vocação. Nem sempre é fácil perceber quais são os nossos talentos. Iluminai-nos para que seja feita a Tua Vontade e não a nossa vontade.

Amén

Nascimento de S. João Baptista

Mereceu São João viver sem mancha;
Fez do silêncio o verbo do deserto,
De que foi com seu génio de profeta
O primeiro cantor.
.
Escolhido entre os homens, nenhum outro
Se viu tão adornado de virtudes;
Foi árvore bendita carregada
De flores e de frutos.
.
Agora, poderoso intercessor,
Aplanai os caminhos que pisamos
E fazei que o Senhor nos abra e estenda
As suas mãos de benção.
.
Todos os povos, num só coração,
Glorifiquem a Deus, cantem seu nome;
E Deus na sua essência Trino e Uno
Nos dê a salvação.
.
Hino da Oração de Laudes

23 de junho de 2007

Oração de agradecimento

Ao fim da tarde, Senhor,
apresento-me satisfeita diante de Vós,
com a alegria de mais um dia em minhas mãos.

Obrigada por todos os favores
que hoje me dispensastes.
Obrigada pela vida que me acompanha,
obrigada pelos amigos que pusestes a meu lado.

Obrigada porque me concedeste, uma vez mais,
mover-me e trabalhar e divertir-me
com aqueles que me rodeiam.

Obrigada, em nome de todos os que não sabem
ou não querem agradecer os Vossos benefícios.

(Oração Jovem - Edições Salesianas)

Obrigado meu Senhor,


porque fizeste de mim


uma concidadã dos santos


e familiar de Deus.


Obrigado pelo teu imenso Amor!


Que a Tua Misericórdia


a Tua Graça


e a Tua Paz


me acompanhem


todos os dias da minha vida


e que eu as possa comunicar


a todos!

Graças pelo Matrimónio

Senhor, hoje quero dar-Te graças pelo Sacramento do Matrimónio, pela família.
Faz hoje um ano, Senhor, que concedeste à Catarina e a mim, a graça do Sacramento do Matrimónio.
Quero dar-te graças também, Senhor, pelos longos nove anos de espera.
Perdoa por tantas vezes ter duvidado, pelas vezes em que me revoltei, pelos pensamentos errados que tive sobre aqueles que tinham nas suas mãos o processo.
Percebo melhor agora Senhor, que o Teu tempo não é igual ao nosso, e que este tempo foi uma benção na caminhada da Fé, na construção do amor, no encontro pessoal de nós os dois conTigo.
Obrigado também Senhor, porque sempre sentimos o Teu amor, porque nunca nos sentimos excluidos na Igreja, porque colocaste tantas irmãs e irmãos á nossa volta para nos ajudarem no caminho.
Obrigado também Senhor, por todos aqueles que criticaram, que não entenderam, que não aceitaram.
Senhor, peço-Te por todos aqueles que vivem situações idênticas, para que sintam o Teu amor como nós sentimos, para que se sintam acolhidos como nós sentimos, para que se entreguem à Tua vontade, como nós entregámos, apesar das dúvidas e das provações.
Faz de todos nós Senhor, braços abertos no amor, a todos aqueles que se sentem marginalizados ou excluidos, seja porque motivo for.
Obrigado Senhor, porque Tu fazes tudo muito bem feito.
Amen.

XIIº DOMINGO DO TEMPO COMUM - SOLENIDADE DE S. JOÃO BAPTISTA


“Quem virá a ser este menino?
Na verdade, a mão do Senhor estava com ele.”
Lc. 1, 66

O nome João significa:
“O Senhor manifestou a sua bondade!”
Foi enviado como mensageiro fiel
E ensinou-nos a verdadeira humildade…
"Agora convém que ele cresça e que eu diminua..."

Quero imitar-te, digníssimo João,
Ensina-me a colocar a mensagem no centro
E nunca o anunciador…
Ensina-me que a Igreja é o centro
E nunca o grupo…
Ensina-me que só Jesus é o centro
E não os que cativam ou nem por isso…
Ensina-me que mais que as construções
Importa a Evangelização.

Quero viver como tu, digníssimo João,
Em constante deserto
De silêncio, oração, sobriedade
Estudo sério, sem improvisos…
Entrega total à missão
Por amor, na humildade!

22 de junho de 2007

O nosso Tesouro

Do Evangelho de hoje:

«Pois, onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.» Mt 6, 21

Louvado sejas Senhor pela Tua Palavra.
Ensina-nos Senhor, para que o nosso tesouro não seja o dinheiro, não seja o trabalho, não seja sequer a familia, ou as mulheres e os homens, mas sim e apenas Tu, Senhor.
Para que o nosso tesouro não seja a inteligência, a ciência, a educação, os talentos ou os dons, mas sim e apenas Tu, Senhor.
Para que o nosso tesouro não seja também e nunca a nossa vida, mas sim e apenas Tu, Senhor.
Porque todas essas coisas são finitas.
E o nosso coração, o amor não pode acabar.
Só Tu és sempre e para sempre.
Porque se o nosso tesouro fores Tu, Senhor, então tudo o mais virá por acréscimo.
Porque se o nosso tesouro fores Tu, Senhor, então o nosso coração estará em Ti.
Aliás, Senhor, só o Teu amor, o nosso maior tesouro, nos basta.
Amen.

21 de junho de 2007

Onde Te encontro Senhor?....





Oração em Power-point
http://deserto001.no.sapo.pt/onde%20te%20encontrar.ppt

Louvado sejas Senhor

Louvado sejas Senhor por esta filha tão amada por Ti e também por nós, a quem dás a conhecer agora as delicias da vida eterna na Tua presença.
Louvado sejas Senhor pela paz que nos deste a experimentar.
Louvado sejas Senhor pela força, pela tranquilidade que deste ao meu irmão, aos seus filhos, aos seus irmãos, a todos nós, nesta despedida, que é um até já.
Louvado sejas Senhor pela familia reunida à volta da dor, vivendo a alegria da esperança no Teu amor.
Louvado sejas Senhor porque Te fazes presente nas nossas vidas, nas alegrias e nas tristezas, para em cada momento colocares o Teu amor, fonte de vida eterna.
Louvado sejas Senhor, louvado sejas.

No final de um ano escolar...

É bom recordar
Olhar e avaliar…
Para continuar
A caminhar!

As vitorias ou derrotas…
Conquistas ou fracassos
Os maiores sucessos
Tudo…
Só em Ti faz sentido
Só em Ti…
Eu verdadeiramente descanso!

Só Jesus nos faz caminhar
Só Ele é o diapasão
O fio-de-prumo
O nível...
Que nos eleva
Nos dignifica
Santifica…
Compromete…
O único que dá felicidade!

Obrigado por este tempo;
Obrigado por aquilo que cresci
Aprendi
Partilhei
Vivi!
Senhor, Vós que sois o Libertador,
o amigo dos pecadores,
que vieste salvar o homem,
ensinai-me a confiar em Vós,
sobretudo quando, tentada, caio.
Vós que sois Rocha, fortalecei a minha vida.
Quero mais fé, mais confiança.
Gostaria de ter um coração como o Vosso
para o oferecer a todas as pessoas.

(Oração Jovem - Edições Salesianas)

20 de junho de 2007

Graças, Senhor

Graças Senhor,
Pela Fé que nos concedes receber
E manter nos momentos de provação.
Graças Senhor,
Pelos irmãos que assim dão testemunho
E nos ajudam a caminhar.
Graças Senhor,
Porque não permites que soframos em vão.
Porque convertes a nossa dor em Graça;
Purificando o nosso coração,
Fortalecendo o nosso espírito,
Em dom de esperança e de amor.

Dando-Vos graças, sempre e em toda a parte,
Nós Vos louvamos Senhor.

Entra no teu quarto... fecha a porta... Ele te dará a recompensa...

Procuro-Te,
a Ti busco,
quero fazer a Tua vontade,
quero fazer tudo
para que em tudo sejas mais louvado,
e para que Te glorifiquem.
Que vendo as pequenas gotas do meu esforço,
esta vontade de cada dia Te procurar,
Te louvar,
Te agradecer...
possam desejar como eu,
recolhido no íntimo do meu ser,
que desejo amar-Te,
até ao Dia eterno,
até que possa cantar sem fim
que o Teu amor, Tu meu Senhor,
Tu, na verdade, és para sempre...
Acolhe o meu desejo,
dá-me a vida segundo a Tua promessa,
pois a Ti me abandono,
em Ti meu refúgio. Amén.


Pai, te peço em nome de Jesus, que olhes pelos missionários que partem do seu país para espalharem a Tua Boa Nova Ajuda-os a serem o rosto de Cristo, mesmo nos piores momentos.

Amén

19 de junho de 2007

Senhor da vida e da morte

Quiseste hoje Senhor, chamar para Ti a tua filha.
Obrigado Senhor, louvado sejas.
Tu sabes Senhor, tudo o que nós não sabemos, e por isso Senhor, o meu coração descansa na Tua vontade.
Louvado sejas pelo dom da vida que lhe deste, e por todos os que colocaste na sua vida.
Louvado sejas por me a teres dado a conhecer e a teres feito familia connosco .
Acompanha Senhor os que cá ficam e acalma-lhes a saudade que já se faz presente, e embala-a agora nos Teus braços amorosos, para que descanse de tanta dor porque passou.
Louvado sejas Senhor, agora e sempre pelo Teu amor.
Amen.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor

Bendiz, ó minha alma, o Senhor
e todo o meu ser bendiga o seu nome santo.
Bendiz, ó minha alma, o Senhor
e não esqueças nenhum dos seus benefícios.

Ele perdoa todos os teus pecados
e cura as tuas enfermidades.
Enche de bens a tua existência
e te rejuvesnece como a águia.

O Senhor é clemente e compassivo,
paciente e cheio de bondade.
Não nos tratou segundo os nossos pecados
nem nos castigou segundo as nossas culpas.

Como um pai se compadece de seus filhos
assim o Senhor se compadece dos que o temem.
Minha alma, bendiz o Senhor!

(do Salmo 102)

Esta oração foi publicada por Fa menor, em 18 de Junho.
Foi agora republicado para apagar um comentário mal educado, (para não dizer mais), que ali tinha sido colocado.

18 de junho de 2007

Prece

Que no rasgar da ferida e da santidade, nesse abraço da vida com a morte, te reconcilies com a tua própria existência ámen.

Que no limite da ilha te reconcilies com a noite e com o oceano, com as nuvens e com o horizonte ámen.

Que o rosto do outro perante o vazio dos teus olhos, te reconcilie com tudo e todos em cristo jesus agora e para sempre ámen.

Salmo 136 (135) - adapt.

em Tuas mãos


Abro-Te de par em par, o meu coração .
Senhor, em Tuas mãos entrego a minha vida
Confio-a a Ti, ao Teu imenso Amor
E as minhas incertezas e medos se dissiparão.
O meu fardo não será meu, não me pesará mais
Tornas-Te meu irmão, de corações iguais
A caminho, juntos, não mais me sentirei perdida
Tudo, o que sou e tenho, Te entrego Senhor .

Desde a aurora Vos procuro

Senhor, meu Deus, desde a aurora Vos procuro.
Por vós suspiro, como terra árida, sequiosa, sem água.
A minha alma tem sede de Vós meu Deus.

Quero bendizer-Vos em toda a minha vida,
Levantar as mãos em Vosso nome,
Porque vos tornastes o meu refúgio,
A Vossa mão me serve de amparo.

O Vosso amor é mais precioso do que a vida,
Por isso, os meus lábios Vos cantarão louvores.
A minha alma tem sede de Vós meu Deus.

(Do Salmo 62)

Cântico da esperança

Do profundo abismo chamo por Vós, Senhor,
Senhor, escutai a minha voz.
Estejam os vossos ouvidos atentos
À voz da minha súplica.

Se tiverdes em conta as nossas faltas,
Senhor, quem poderá salvar-se?
Mas em Vós está o perdão,
Para vos servirmos com reverência.

Eu confio no Senhor,
A minha alma espera na sua palavra.
A minha alma espera na Senhor
Mais do que as sentinelas pela aurora.

(Do Salmo 129)

17 de junho de 2007

Graças

Graças Te dou Senhor, por este dia de Louvor em Fátima, da Comunidade Luz e Vida.
Graças Te dou por tantas irmãs e irmãos que se uniram a nós no Louvor a Ti, Senhor.
Graças Te dou Senhor, por tantas graças que hoje derramaste nos Teus filhos.
Graças Te dou Senhor, pela Tua presença viva no meio de nós.
Graças Te dou Senhor, por cada uma, por cada um que hoje se entregou um pouco mais a Ti.
Graças Te dou Senhor, por cada uma, por cada um que hoje se entregou um pouco mais ao seu irmão.
Graças Te dou Senhor, pela Paz que hoje colocaste em tantos corações.
Graças Te dou Senhor, pelo cansaço que sinto, mas que me alegra tanto.
Graças Te dou Senhor, por tudo o que lembrei e por tudo o que esqueci.
Graças Te dou Senhor, porque estás sempre connosco e nos amas com amor eterno.
Amen.

Salmo do abandono

Aqui estou Senhor!


Senhor, eu sei que é difícil seguir-Vos,
que custa, que é duro.
Eu sei que só os decididos,
que querem fazer da sua vida uma amizade conVosco
e um serviço aos homens,
são capazes de tudo por Vós.
Quero ser sal e luz e fermento.
Quero e tenho necessidade de Vós.
Precisais de mim? Aqui estou!

(Oração Jovem, Edições Salesianas)

16 de junho de 2007

XI Comum – C
«Os teus pecados estão perdoados.» Lc. 7, 48

Pai Santíssimo;
Tu que abominas o pecado
Mas não abandonas
Nem marginalizas o pecador;
Te agradeço o poder recomeçar
O poder levantar-me!
De saber que,
Mesmo quando recuso o teu amor,
Tu continuas a amar-me…
Sem reserva…
Sem medida!

Quero descobrir-Te, bom Pai,
Como o Senhor mais que justo…
O Senhor Misericordioso!

Ensina-me a, como Jesus, acolher e perdoar;
Ensina-me a verdadeira humildade;
Para ter a coragem de não esconder ou justificar
Os meus erros e pecados
E apenas confiar na tua bondade,
Que sempre me auxilia
E me chama à santidade!

Imaculado Coração

Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe
Nós nos consagramos ao Vosso Coração Imaculado
E vos pedimos que ilumines o nosso caminho.
Guia-nos, vossos filhos, em direcção ao Pai.
Confiando de que vos temos como irmã na fé,
Como o nosso próprio caminho na Igreja
Da Qual sois Mãe.
Rogai por nós Santa Maria,
Intercedei por nós e ensina-nos a rezar.
A servi-Lo, tendo-Vos por exemplo,
No amor ao próximo.
Confiamos ao Vosso Imaculado coração,
As nossas famílias,
As nossas intenções particulares
As de todos os que por aqui passam
E em Vós esperam auxílio.
Para os que sofrem em silêncio e na solidão.
Pelos doentes, pobres, inocentes.
Pela nossa própria conversão.
Humildemente suplicamos
O vosso cuidado maternal
A vossa poderosa intercessão
Junto de Deus, Nosso Senhor.

Rogai por nós pecadores,
Agora e na hora da nossa morte,
Amen.

Coração Imaculado de Maria


Ó Santíssimo Coração Imaculado de Maria,
cheio de misericórdia e ternura;
vós que sois mãe de Cristo Nosso Senhor,
concedei a mim e a todos que honram este coração virginal,
a graça de conservar até a morte,
o perfeito equilíbrio de sentimentos,
devoção e amor para convosco
Nossa Mãe e Senhora.
Misericordioso Coração de Maria,
atendei nossas preces.
Misericordioso Coração de Maria,
rogai por nós
Amém
Solenidade do Imaculado Coração de Maria Hoje é o dia do Imaculado Coração de Maria. A Ti, Mãe, Te peço que rogues a Jesus para que digamos o Sim, como Tu, e que sejamos o rosto do Teu Filho neste mundo. Sejamos o Seu rosto e vejamos o Seu rosto nos nossos irmãos mais necessitados. Não importa se gostamos deles, se os conhecemos. O importante é mostrar-lhes Jesus. Ajuda-nos, Mãe!

15 de junho de 2007

Salmo 120 (121)

Sagrado Coração de Jesus

Olho para a imagem que a Maria João deixou na oração anterior, medito nas suas palavras, e só penso no Teu Amor! Obrigado, Senhor, por teres posto estes irmãos no meu caminho.
Graças e Louvores ao Sagrado Coração de Jesus Hoje festejamos o Teu Sagrado Coração, Jesus.
Um coração que sofreu na cruz e que continua a sofrer sempre que vê a nossa indiferença, intolerância, preguiça... enfim a nossa falta de Amor.

Pelo Teu Sagrado Coração, Jesus, aumentai a nossa oração, palavra e acção para anunciar a Tua Boa Nova que se resume nestas Tuas palavras:


"Dou-vos um novo mandamento: que vos ameis uns aos outros; que vos ameis uns aos outros assim como Eu vos amei. Por isto é que todos conhecerão que sois meus discípulos: se vos amardes uns aos outros." Jo 13, 34-35

14 de junho de 2007

Embora seja noite...


Bem eu sei a fonte que mana e corre,
Embora seja noite.
Aquela eterna fonte não a vê ninguém
E bem sei onde é e donde vem,
Embora seja noite.
Não sei a fonte dela, que não há,
Mas sei que toda a fonte vem de lá,
Embora seja noite.
Não pode haver, eu sei, coisa tão bela
E céus e terra beleza bebem dela,
Embora seja noite.
Porque não pode ali o fundo achar,
Eu sei que ninguém a pode atravessar,
Embora seja noite.
A claridade sua não escurece
E sei que toda a luz dela amanhece,
Embora seja noite.
S. João da Cruz

Deus-Menino

De repente, de Pai, passas a ser Menino.
Do Pai, a quem peço e espero conselho,
És criança que brinca.
Eu, peça de lego, de montar e desmontar;
Teu soldadinho de chumbo.
E ora me colocas à frente, ou de parte.
Me chamas e falas, ou Te quedas no silêncio.
Ainda assim, és o Senhor.
Aquele em quem confio plenamente
E, cada vez mais, preciso e quero ser Tua peça.
Que decidirás a seguir, que plano tens para mim?
Creio que cuidas em não me quebrar.
Que contas que eu não perca a fé,
Que o Teu jogo, não me cabe adivinhar…
Tens-me de lado, de pé, e agora derrubado.
Menino Jesus – Deus de Amor :
Pr’á frente, conTigo; e sempre a marchar !

Súplica

Senhor, Tu que me conheces bem melhor do que eu me conheço, sabes bem que quero ter sempre o coração aberto à Tua vontade.
Mas há coisas tão dolorosas!
Vê, Senhor, aquela Tua filha que padece, e a família, que impotente, se reúne à sua volta, esperando que a chames para Ti.
Quero aceitar a Tua vontade, quero louvar-Te por esta provação, mas quero Senhor com toda a força da Fé que na minha vida quiseste colocar, pedir-Te o milagre da sua cura.
A Ti, Senhor, nada é impossível!
“Não quero saber”, Senhor, do que dizem os médicos, do que dizem os homens, quero apenas colocá-la nas Tuas mãos, e suplicar-Te Senhor, humildemente, que a cures.
Acompanhaste, Senhor, a Tua peregrinação na terra com os sinais do Teu infinito poder, e dissestes-nos que se tivéssemos Fé, também teríamos tais sinais nas nossas vidas.
Senhor, que esta graça que agora Te peço, seja para Tua Glória, seja sinal da Tua presença viva entre nós, que transforme os corações de pedra, em corações de amor, que Te reconheçam e caminhem ao Teu encontro.
Contudo, Senhor, que não seja feita a nossa, a minha, mas sim a Tua vontade.
Amen.

13 de junho de 2007

Como Santo António

Senhor, faz de nós testemunhas e proclamadores da Palavra, como fizeste com o Teu servo António.
Enche-nos do Teu amor e abertos à Tua graça, para que a nossa boca fale da «abundância do coração».
Para Te servir, Senhor, sempre mais e melhor.
Amen.

12 de junho de 2007

Oração


Aqui estou,Senhor de minhas utopias e de meus fracassos.
Aqui estou diante de ti com uma vontade sincera de aproximar-me de tua vida.
Sinto-me feliz pela fé que me deste e pelo amor com que me amas.
Quero crescer,pela fé que me deste e pelo amor com que me amas.
Quero crescer,superar-me,tocar a altura e a profundidade.
Quero,Senhor Jesus,dar à minha vida o estilo da tua e fazer do Evangelho um caminho de liberdade.
Abro-te meu coração,tão frágil e inconstante,
Abro-te meu coração,tão pobre ,vazio e inseguro.
Ó Deus,enche-me com tua presença com a força de teu Espírito.
Peço-te que me dês o dom da oração,o dom de me aproximar de ti.
Peço-te que me dês o gosto pela Palavra de Vida.
Ó Deus,que meus olhos vejam teu rosto e minhas mãos sintam teus traços.
Emilio L.Mazariegos
Mais uma vez Te peço pelo Darfur

O genocídio continua no Darfur. Já se fala numa catástrofe pior do que o Ruanda.
Meu Pai, em nome de Jesus, te peço que nos ajudes na campanha que estamos a iniciar para tentar mudar a vida destes Teus filhos.


Amén.

PS: Sei que este é um blog de oração. Mas, a oração também é acção. Neste momento, Portugal está a iniciar uma campanha pelo Darfur. Está-se em contacto com diferentes organizações de solidariedade, sejam elas religiosas ou não. Ainda estamos muito no início e toda a ajuda é precisa. Se quiserem ajudar, basta irem a http://plataformafrica.blogspot.com. Deixem ideias, sugestões, ou simplesmente, divulguem.




11 de junho de 2007

Como Crianças

Obrigado meu Deus, porque não apenas nos criastes, mas quiseste ser nosso Pai.
Obrigado meu Deus, porque enviaste o Teu Filho, Jesus Cristo, Deus contigo também, para nos fazer conhecer-Te e chamar-Te Pai.
Obrigado meu Deus, porque não nos deixastes sozinhos, mas envias-Te o Teu Espírito Santo, Deus contigo também, para nos guiar e dar a conhecer o Teu amor de Pai.
Queremos pedir-Te, oh Pai Nosso Deus, que nos ilumines e nos faças crianças à Tua procura.
Ensina-nos a sentarmo-nos nos Teus joelhos, a encostarmos a nossa cabeça ao Teu peito e a contarmos-Te as nossas alegrias e tristezas; ensina-nos a sentirmos as Tuas mãos a afagar a nossa cabeça; ensina-nos a dar-Te a mão para atravessarmos a estrada da vida; ensina-nos a repousarmos no Teu amor, na Tua força, no Teu poder; ensina-nos, a como crianças, dizermos, quando vem o tentador: "Olha que eu digo ao meu Pai".
Obrigado, oh Pai nosso Deus, porque estás sempre à nossa espera, porque o Teu amor é infinito, porque o Teu perdão é constante, porque a Tua bondade não acaba, porque a Tua casa é a nossa felicidade.
Obrigado, oh Pai nosso Deus, por teres sempre tempo para nós e para cada um em particular e por velares por nós desde sempre e para sempre.
Não deixes, oh Pai nosso Deus, que nos afastemos do Teu amor, do Teu calor, do caminho que nos traçastes com tanta ternura.
Em nome do teu Filho Jesus Cristo, Nosso Senhor, guiados pelo Teu Espírito Santo, Te pedimos oh Pai nosso Deus: Abençoa os Teus filhos que muito Te amam.
Amen.

.
Escrito há uns anos atrás.

Ao mais importante...

Não tenho tempo para…
Não tenho disposição para…
Não me lembro de…
Não sei…
Rezar!

Vivo inquieto,
Desassossegado,
Preocupado;
Talvez porque me esqueço…
Do mais importante!

O importante é amar
Ao próximo…
A Deus!

O mais importante
É viver em comunhão
Com Deus…
Com o próximo!

O fundamental é viver
Com as mãos no trabalho
O coração em Deus
E o espírito disponível para amar.

Cuidai

Ó deus do céu e da terra e que até os infernos comandais, dai-nos a graça também da cegueira luminosa.

Vós que sois o que não começa nem acaba nunca, que sois o limite de tudo o que acaba e começa e nós, dai-nos a graça de chegar lá fora, onde habitais na vossa imensidão que tudo contém e age e contempla. Mas não nos tirais a rosa e a espada, cuidai das cinzas que nos completam, e vinde a nós na nossa morte viva, ó deus misteriosamente incarnado.

Não abandonais o que vos nega, habitai as nossas mãos estranguladas, cuidai da voz que grita no terror.

Vêde, ó nosso deus, quão rasgados estes corações se arrastam, acorrentados ao seu próprio peso, amordaçados e cegos. Ó deus nosso em que tudo é abertura e aceitação, escutai-nos, vós tão frágil e libertador que aceitais a recusa de quem vos renega na ferida esvaída e nós, alguma vez saberemos onde estamos e quem seremos.

Senhor nosso deus, pai da eternidade, dai-nos o amor somente nada mais.

Dai-nos a graça e a paz e livrai-nos de todo o mal em que vivemos e respiramos, dai-nos a vida que nos precede e de que fugimos, a morte que nos identifica habitai, todo o mal respirai e vivificai.

Em nome do pai e do filho e do espírito santo ámen.

10 de junho de 2007

Dá-me discernimento

Deus move o céu inteiro naquilo que o ser humano é incapaz de fazer.
Mas não move uma palha naquilo que a capacidade humana poder resolver.

antigo ditado oriental

Dá-me discernimento, Pai de bondade, para não te defraudar.
Mostra-me todas as palhas que estão no meu caminho para que as vá retirando, uma a uma, de modo a chegar "limpa" até Ti.

Oração por Portugal

Louvado sejas Senhor pelo meu país, Portugal.
Por toda a história da sua construção, os momentos bons e os momentos menos bons.
Porque ao longo desta história quiseste estar sempre presente no seu povo, nas suas gentes.
Porque mesmo quando te voltávamos as costas, Tu permanecias connosco e nos protegias de tantos cataclismos, de tantas desgraças, de tantas guerras.
Precisamos cada vez mais de Ti, Senhor, e mesmo que tantas vezes por vontade dos homens, não façamos a Tua vontade, não Te afastes de nós Senhor, porque sem Ti, esta nação não tem sentido.
Pedimos a Tua Mãe, Jesus, por quem nos concedeste a graça da Sua visita em Fátima, que conduza estes Seus filhos, os portugueses espalhados pelo mundo, no e ao Teu amor.
Que sejamos, por Tua graça, testemunhas da Tua presença no mundo, nas vidas dos povos, nos destinos das nações.
Obrigado Senhor, porque nunca nos abandonas.
Amen.

Oração

«Deus, fonte de todo o bem, ensinai-nos com a vossa inspiração a pensar o que é recto e ajudai-nos com a vossa providência a pô-lo em prática.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.»
.
Oração das Laudes de hoje Domingo X

9 de junho de 2007

Xº Comum – C

Por tudo e todos…

Apareceu no meio de nós um grande profeta;
Deus visitou o seu povo.
Lc 7, 11-16



Divino Senhor da vida
Único com Palavras de vida eterna;
Socorre quem a Ti recorre
Ampara quem Te implora
E não esqueças quem Te esquece!

Sem Ti tudo perde cor
Plenitude e sabor…
Acolhe quem em Ti confia
Defende quem em Ti se abriga.

Consola Senhor aqueles que para Ti olham
Anima os que Te seguem,
Guia os que se afastam
E ampara os que aceitam
Profetizar em teu nome!

Se...

Se no sorriso daquele velho
Eu visse o Teu sorriso,
Se nos olhos daquele pobre
Eu visse o Teu olhar,
Se nos pés daquele abandonado
Eu visse o Teu andar,
Se nos braços daquele maltratado
Eu visse o Teu amor,
Se nas lágrimas daquele triste
Eu visse a Tua dor,
Se na vida daquele pedinte
Eu visse a Tua cruz,
Se na noite fria dos sem lar
Eu visse o Teu calor,
Se na vida de miséria
Eu visse a Tua luz,
Seria feliz, eu Senhor…
Se naquele que morre de fome
Eu desse valor ao Teu pão,
Se naquele que luta e sofre
Eu desse valor à Tua paz,
Se naquele que sem destino,
Busca o Teu olhar,
EU soubesse compor um hino
À Tua forma de amar,
Se à vida de um irmão
Eu soubesse dar valor,
Seria feliz, eu senhor...

8 de junho de 2007

Nunca os deixes, Senhor

Senhor,
Agradeço-Te desde já a Tua presença amanhã.
A cada um Dá a mão, Enche-lhes o coração de serenidade e bom senso.
Nunca os deixes esquecer que sem Ti não somos família.
Nunca os deixes esquecer que sem Ti não somos nada.
Mesmo que eles Te deixem, nunca os deixes, Senhor…

Oraçãozinha

Obrigado meu Senhor e meu Deus, por mais este dia que quiseste dar à vida que em mim criaste.
Que eu seja de Ti, por Ti e em Ti, para os outros.
Amen.

7 de junho de 2007

Barro convertido em Pão...














Nas Tuas mãos, Deus-Oleiro da Humanidade, queremos estar.
Dá-nos a água do Teu Amor,
e torna o nosso barro doce...
maleável à forma que nos queres dar

gira, gira, ó alma, sobre a roda do Oleiro
gira até ficares inebriada na alegria do Teu Deus
enquanto gira a roda da vida...
ó alma, não te percas, nem fujas desse olhar do Teu Deus

no entardecer de cada dia
seja este Sol-Amor
o fogo de amor que te consome
e faz de ti barro...
barro, que afinal é pão...
pão, à imagem do Pão da Vida

Corpo Santo


Corpo e Sangue de Jesus

Que na riqueza da Tua entrega
Eu me faça pobre
Mendiga da Tua oferta divina
Faminta do alimento sagrado
Tua humilde escrava
Indigna morada, pecado,
Que o Teu sangue lava.
Derrama-o no meu coração
Enche-mo de Vida
Torna-o sacrário santo,
Uma vez que do Céu baixas
E me unes a Ti.
Corpo e Sangue de Jesus
Sede a minha força e luz!

Aqui estão os amigos de Cristo!


Onde estão os cristãos
Deveria sentir-se o gosto pela vida,
A alegria de viver,
A felicidade de estar juntos
E poder realizar coisas maravilhosas.

Então dir-se-ia:
«Aqui sente-se o sabor de viver!
Aqui estão os amigos de Cristo!»

Onde estão os cristãos
Deveria haver mais claridade,
Como se a luz aumentasse
Com os gestos de partilha,
Com as palavras de perdão,
Com a atenção dada aos mais pobres.

Então dir-se-ia:
«Aqui há luz!
Aqui estão os amigos de Cristo!»

Te pedimos Senhor
Que nos ensines a amar
À maneira do Pai do Céu
E assim nos tornemos
O sal da terra
E a luz do mundo.

Então todos possam dizer:
«Aqui estão os amigos de Cristo!»

Corpo e Sangue de Cristo


Louvado sejas Senhor, pelo Mistério da Eucaristia.

Hoje e sempre Senhor, quedo-me extasiado pela Tua presença viva na Eucaristia.

A humildade da Tua presença num pouco de Pão.

Tu o Senhor da vida e da morte, fazes-te assim presente no meio de nós e entregas-Te como alimento para cada um que Te abra o coração, que Te abra a vida.

Ensina-me, ensina-nos Senhor a receber-Te sempre com o coração repleto de amor por Ti e pelos outros.

Que a Tua presença na Eucaristia, no Alimento Divino, seja sempre em nós expressão do amor que nos há-de unir a Ti, por Tua graça, e a cada irmã e irmão que se cruza nas nossas vidas.

Bendito, louvado e adorado sejas Senhor pelo teu infinito amor, amor que Se faz Pão entregue por nós e para nós.

Amen.

6 de junho de 2007

Profissão de Fé


Na véspera de um dia tão especial,
a Solenidade do Teu Corpo e Sangue,
oremos por aquele grupo
que amanhã irá professar a sua Fé!

Ilumina-os Senhor nesta etapa das suas vidas,
uma etapa das muitas que vão encontrando ao longo do caminho.

Que o Teu Corpo, amanhã por eles recebido,
os fortaleça na Fé,
os alegre na Esperança,
os torne activos na Caridade!

Corpus Christi – Oração vespertina


Na festa do Teu corpo e sangue
Dá-nos Senhor a
Certeza da Tua presença
Nos dons eucarísticos!

Na festa da vida,
Que deve ser cada eucaristia,
Ensina-nos Senhor
A comunhão com os irmãos,
Radicada na unidade sacramental.

Ensina-nos que nunca é compreensível
Celebrar o gesto que significa
Sacrifício e dom da vida,
União com Cristo e com os irmãos
E fomentar divisões,
Cultivar discórdias e manter desigualdades!

Impele-nos a viver cada eucaristia
Como actores comprometidos
Convictos da Tua presença
E não como simples espectadores!

Oração em Carta a Jesus 7


Meu querido Jesus

Hoje é Quarta Feira e vem à minha memória a Quarta Feira de Cinzas, o arrependimento, a conversão.
Obrigado, adorado Jesus, porque não permitiste que me perdesse e apesar de ter andado tantos anos longe de Ti, quando foi o Teu tempo chamas-Te-me, docemente fizeste-me encontrar-Te, tomas-Te-me nos Teus braços, acarinhas-Te-me, seduzis-Te-me, e fizes-Te-me ter conTigo esta intimidade pessoal de tal maneira intensa que não me posso apartar de Ti.
E obrigado, Jesus, porque não quisesTe saber dos meus muitos, enormes e continuados pecados, mas apenas estendes-Te a mão, olhaste-me nos olhos, (terá sido assim que fizesTe a Pedro daquela vez?), e tocado pela Tua ternura, fizesTe o meu coração arrepender-se, voltar-se para Ti e com os olhos cheios de lágrimas, dizer-te. «Perdoa-me Jesus, que eu não sabia o que fazia.»
E logo os Teus braços se abriram, (não Jesus, já estavam abertos), e abraças-Te-me com tanto amor, que as minhas barreiras se derreteram e logo decidi que a minha vida Te pertencia, em tudo a que me chamasses.
E agora, amado Jesus, já não peco, já não duvido, já não Te volto as costas nunca?
Ah, Jesus, era tão bom que assim fosse!
Mas não, continuo pecador, fraco, um pouco incrédulo e às vezes até fujo de Ti.
Mas Tu, querido Jesus, não desistes, corres para mim, (porquê Jesus, porque Te voltaste para este nada), e chamas-me, e dizes-me ao ouvido: «Amo-te, quero precisar de ti».
De mim, Jesus, pobre de mim!
Mas aqui estou, adorado Jesus, de mão dada conTigo, no caminho da conversão diária, na luta constante com a minha fraqueza, por Tua graça, Jesus, por Tua graça.
«Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim».
Alguma vez Jesus amado, poderei dizê-lo verdadeiramente?
Pede a Tua Mãe que me ajude, que nos ajude neste caminho de conversão, une-me, une-nos, conTigo ao amor do Pai, e encharca-me, encharca-nos do Teu Espírito Santo, porque só na Sua força, a conversão será verdadeira.
Beijo os Teus pés Jesus, porque é a Teus pés que eu quero viver o nosso amor.
.
12.07.06

5 de junho de 2007

flores de pureza

Flores brancas, símbolo de pureza
Obrigado Senhor por me dares a oportunidade
de ser puro.
Bem sei que custa, para colher estas flores também precisei de subir ao cimo da árvore!
Custa subir, caí muitas vezes e levantei-me outras tantas.
E mesmo cá em cima, posso voltar a cair...

Aprendi conTigo Senhor, que é Santo o pecador que não desiste.
Quero ser Santo, não quero desistir!
Cá em cima, ao lado das flores brancas da pureza
olho à volta e vejo o Teu Reino.
Como é bom encontrar o Teu Amor espalhado pela criação e pelas pessoas...
Acolá e além, vejo mais árvores, mais montanhas, mais pessoas, mais caminhos...

Proteje-os, e a mim também Senhor,
das ciladas do diabo.
Dá-nos força para responder à tentação com um forte NÃO
e aderir a Ti todos os dias, com o renovado SIM da Tua e Nossa Santa Mãe!

No Verão, quando o calor aumenta e as roupas diminuem,
é fácil deixarmo-nos embriagar pelas provocantes vestimentas

com que estes Teus filhos andam.
Ajuda-nos a manter um olhar de Amor sobre as coisas,

as pessoas,

limpo, puro,
pois o mal também está nos nossos olhos que tantas vezes nos sujam a Alma;
Ilumina também quem se veste para provocar, e até quem o faz sem dar conta...
fá-los perceber que assim não Te servem, meu Deus.

O dom da Pureza é aquele que eu mais Te peço quando vem o calor
porque a Pureza é o verdadeiro fermento para crescermos no Teu Amor com rectidão.

Louvor a Vós, Rei da eterna Glória, louvor a Vós!

Perdoa Senhor

Perdoa, Senhor, o nosso dia,
a ausência de gestos corajosos,
a fraqueza dos actos consentidos,
a vida dos momentos mal amados.

Perdoa o espaço que Te não demos,
perdoa porque não nos libertámos.
Perdoa as correntes que pusemos
em Ti, Senhor, por que não ousámos.

Contudo, faz-nos sentir ,
perdoar é esquecer a antiga guerra.
E partindo, recomeçar de novo,
como o sol, que sempre beija a terra.

Oração em Carta a Jesus 6



Meu querido Jesus


Hoje é Terça Feira e como mais uma vez não sei o que a Igreja evoca neste dia dedico-o à família. Obrigado, Jesus, pela família que me deste, a minha mulher, os meus filhos e filha, a minha nora e o meu genro, os meus dois netos, e também os meus pais, irmãos e irmãs, cunhados e cunhadas, sobrinhos e sobrinhas, todos enfim.
Obrigado, querido Jesus, por me teres feito nascer numa família tradicional, onde os valores cristãos estavam bem arreigados e onde a oração era ensinada como diálogo importante para a vida.
Obrigado, adorado Jesus, pela graça dos filhos e dos netos e porque colocas em mim uma oração permanente por eles.
Mas perdoa-me, amado Jesus, por todas as vezes que me falta a paciência para os filhos mais novos e que me deixo levar pela irritação, que me tolda o entendimento e esconde o amor. Perdoa-me também por todas as vezes que, conscientemente ou inconscientemente, não abro a minha vida à querida mulher que me deste, e assim não partilhando as minhas tristezas ou preocupações a coloco, ou melhor me coloco fora do Matrimónio que abençoaste.
Oh Jesus, perdoa-me por nem sempre ter a coragem necessária para falar de Ti ao filho e filha, mais velhos e sobretudo pelo fraco testemunho que tantas vezes dou da minha confiança e esperança em Ti.
Perdoa-me, querido Jesus, porque sou às vezes tão rápido a dar conselhos à família e tenho tantas vezes os ouvidos e o coração fechados aos reparos que me fazem.
Amado Jesus, perdoa-me porque evangelizo tanto fora de casa e tantas vezes em casa me coíbo de o fazer.
Perdoa-me Jesus, por fazer tão pouco enquanto a família como Tu a criaste e desejaste é tão atacada e escarnecida.
Ensina-me e ajuda-me, Jesus, a dar verdadeiro testemunho de pai, de avô, de filho, de irmão, de tio, segundo a Tua vontade, para que seja o Teu amor a unir a minha família.
Peço-Te hoje que coloques em mim a graça da entrega que deste a Teu pai na terra, José, para que eu Te saiba ouvir e fazer tudo o que for de Tua vontade.
Pede a Tua Mãe que vele pela minha e todas as famílias, intercede junto ao Pai que não cesse de derramar o Seu amor sobre nós, sobre as famílias, e envia o Teu Espírito Santo aos homens e mulheres deste mundo, para que não ataquem mais a família, mas a defendam e protejam como Igreja Doméstica de Oração.
A Tua benção, Jesus, ao Teu irmão pequenino, que Te quer viver também em família.
.
11.07.06

Meu Pai


Meu Pai,

sinto-me fraca e sem forças...

E apesar de tudo continuo a acreditar

que em cada dia me dás novas forças para caminhar!

Tem-me vindo à mente a letra daquele cântico,

que há uns anos atrás tanto gostava:

"Creio em Deus, creio em Deus,

para além da Alegria e também da minha dor.

Eu creio em Deus

E não sei se muitas vezes eu mereço o seu Amor.

Creio em Deus."

Perdoa-me pela tentação de me fechar aos outros e a Ti.

Perdoa-me pelo egoísmo que me faz ver somente os meus problemazinhos.

Perdoa-me por toda a "raiva" que sinto contra a minha impotência

para mudar certas coisas.

Ilumina a minha mente.

Fortifica a minha vontade.

Santifica o meu coração.

Dá-me forças, sobretudo a força do Amor e da fé para

caminhar sempre na procura do bem e da verdade.

Que a maldade e a injustiça deste mundo não

amarguem o meu coração e não me tornem

numa pessoa azeda.

Quero continuar a acreditar em Ti e nos outros!

Quero continuar a amar-te!

Ajuda-me, Pai! Tu que sempre caminhas comigo,

leva-me pela mão ou então pega-me ao colo,

quando vires que já não posso mais!

4 de junho de 2007

Boa noite para todos!

Jesus!




Tu que és o Deus da Vida,
E nos deste o Dom da Vida,
Sabemos que não queres
Que ela seja vivida,
De qualquer modo,
De um modo fútil,
De lágrimas nos olhos,
de coração contrito...

Queres habitar em nós,
E fazer do nosso coração
a tua morada,
e da nossa vida, tantas vezes sem sentido
uma festa...mas, não uma festa qualquer,
queres o nosso sorriso,
queres a paz para os nossos corações
que vejamos tudo e todos com os Teus olhos,
mas, para isso, temos que nos abandonar a Ti,
temos que mudar, tudo em nós,
porque somos pequeninos demais,
mas Tu acreditas em nós,
por isso não desistes
e continuas a chamar-nos,
a enviar-nos o convite,
para a festa,
e nós aqui estamos...
Queremos esvaziar-nos de nós
Para nos enchermos de Ti
E assim podermos encontrar
O sentido da felicidade, da paz,
Da alegria e do amor,
Que são o único sentido da Vida,
De uma Vida com sentido!

Amen

elsa sekeira

um minuto conTigo

Não sei por que queres que esteja aqui
Mas sei que queres.
Não sei Senhor o que Vos diga
Mas sei que escutas.
Não sei o que Vos devo pedir
Mas sei que darás.

Sei que sob o Teu olhar, Senhor,
Encontro o perfeito abrigo
Encontro-me na Tua paz
E já não quero ir…
Deixa-me ficar conTigo.
Só mais um minuto…, do Teu Amor.

Invocação

O que és tu, meu Deus? Sei que és o infixável, o sussurro que percorre todos os momentos e coisas e por vezes, oh quão tanto e apenas por vezes – mal me tocas e eu fujo. E sei quão pouco és dessas fugazes impressões da minha carne anestesiada, que sugerem mais a tua ausência em mim do que a tua presença viva nos dias e nos sentidos.

O que és tu, meu Deus? Sei que estás substancialmente nas espécies eucarísticas, e que és o laço que fulgura em toda a abertura amorosa que nos dilacera perante um céu estrelado ou um rosto humano, uma mancha ocasional na parede ou o som do vento agitando os cortinados. Sei que és a beleza negada do mundo, e sei também que és na morte que me contempla e acolhe desde antes de eu sequer ter nascido. Sei que és na incarnação e no corpo místico. Mas tudo isto são formas incompreensíveis de te saber. Sei que te sei sem te saber. Porque e como me chamas não sei, mas sei que não o fazes directamente naquilo para que me dirijo, igrejas e sociedades, clubes e ideologias, identidades e confrontos, saberes e poesias, tecnologias e contratos. Como e porque me chamas não sei, meu Deus, a mim que de algum modo – de ti, certamente – amo a vida e nem por isso, o aqui estar no escorrimento dos dias e das noites, na deflagração e soçobro em que tudo acaba por se nadificar, sem antever sequer um pequeno motivo ou horizonte que a tal dê sentido.

O que és tu, meu Deus? Sei que podes tão marcadamente afirmar-te na tessitura das coincidências e discordâncias, e tão mascaradamente indefinir-te nessa mesma tessitura. Que podes em viva voz penetrada na minha revelar-me sinais e sentidos e nunca te esgotares neles. Que podes em ocorrências mostrar-te e guiar-me, numas simples palavras vindas do televisor no café e recontextualizadas em mim tão gritantes e confusas, ou num texto teológico trazido à minha ansiosa mente numa conferência ou pousado a meu lado no banco do autocarro onde me sento. Que te mostras e apelas nos confirmadores e contraditores e indiferentes – mas que mal volvo a atenção para te fixar, te propulsionas em suspeita e procura e desejo. Sei que te realizas em mim em toda a ternura e força com que me disponho a acolher a vida e a morte, em todo o esquecimento e consciência com que me disponho a crescer com os outros, com as plantas, com os animais, com as coisas, e sobretudo em todas as disposições que me cindem em bem e mal, justiça e injustiça, beleza e tédio, merda e maravilha – e em que cegamente toco a carne de que sou feito e assim chamada a trabalhar-se, a edificar-se, a reunir as asas e a queda nessa indizível linha que ambas supera.

O que és tu, meu Deus? Sei que és a resposta silenciosa à muda pergunta de que fujo mal sou e existo, e que não descansarei enquanto a minha vida inteira não assentar no teu mistério.

Jesus, é em Teu nome que peço que olhes pelas vítimas de mutilação genital. Quantas raparigas sofrem por causa de uma tradição que não tem razão de ser? A tradição não explica tudo. A dor e o sofrimento não podem ser um costume cultural.
Dai-lhes a Tua Paz, Jesus!

Catequese

Senhor, a festa de ontem - de encerramento do ano de catequese - foi muito bonita! Todos nós, pais e filhos, nos divertimos muito, e essa alegria é toda para Ti e por Ti! Estivemos contigo na Eucaristia, partilhámos a refeição em comunidade, em comunhão. Celebrámos contigo!

Peço-Te de um modo especial pelos catequistas que desinteressadamente, e por amor a estas crianças e jovens, dão o seu tempo para Te darem a conhecer. A sua dádiva é insubstituível, e são verdadeiros trabalhadores da tua messe. Todos os Domingos lá estão, anunciando a Tua boa-nova. Para eles, Senhor, peço-Te todas as graças, e a Tua benção.

Oração em Carta a Jesus 5


Meu querido Jesus

Hoje é Segunda Feira e eu confesso-te, não sei o que a Igreja evoca neste dia da semana, por isso, amado Jesus, quero falar-Te do “próximo”, do meu irmão, da minha irmã, estejam eles onde estiverem, mas sobretudo os que me estão “próximos”.
Quero pedir-Te perdão, Jesus, porque nem sempre consigo ver a Tua presença nalguns que comigo se cruzam e por isso mesmo, não os consigo amar como Tu queres que eu os ame.
Perdoa-me também, querido Jesus, por nem sempre ter paciência para aqueles que já rotulei de “chatos” e que porventura precisam de mais atenção e carinho.
Às vezes Jesus, colocas no meu caminho os mais necessitados e eu reconheço, nem sempre sou o Bom Samaritano, umas vezes por comodismo, outras até, e aqui muito me envergonho, por repulsa. Perdoa-me Jesus.
E os que estão presos, doentes, famintos e sedentos, quantas vezes me escuso a visitá-los, a tratá-los, a alimentá-los e a matar-lhes a sede?
Perdoa-me Senhor, porque é a Ti que eu não visito, não trato, não alimento, não mato a sede.
E as minhas criticas, os meus julgamentos e às vezes até um pouco de má língua?
Perdoa-me, adorado Jesus, que é a Ti que critico, que julgo, de quem digo mal.
E quando me acho melhor que os outros?
Pobre de mim, que nada valho. Tem compaixão de mim, Jesus.
E aos que estão sedentos da Palavra, dou eu tempo e entrego-me a Ti para lhes falar, ou finjo que não é comigo, ou ainda, sirvo-me apenas do “meu saber” para lhes falar e ufano-me com isso, em vez de Te dar graças por Te quereres servir de mim, que nada sou?
Que fraco eu sou, Jesus. Se não fores Tu a fazer em mim obra nova, nada poderei fazer ou mudar.
Ensina-me a amar com o Teu amor e a reconhecer-Te em todos os meus irmãos e irmãs, sejam eles quem forem.
Pede à Tua e nossa Mãe que me ensine a amar a todos por igual, como Ela faz, pede perdão ao Pai, por eu não amar todos os Seus filhos e filhas como a mim mesmo, e derrama, Jesus, o Teu Espírito Santo que me ensine, que nos ensine o amor, a entrega constante, a dádiva total.
Beijo as Tuas chagas, Jesus, e nelas beijo os sofrimentos de meus irmãos e irmãs.
Abençoa, amado Jesus, este Teu irmão pequenino e pecador que quer amar com o Teu amor.
.
10.07.06

Oração da Manhã



Ligue o som... e reze! É só um minuto!

Quero ser...



Abro a janela
E olho através dela
Um sol envergonhado
No céu de nuvens
Sinto o vento acariciar
o meu rosto
E deixo-me ficar
Olho a natureza quieta
Silenciosa
E junto-me a ela
Silenciosamente...

Quero fazer parte
Desse momento
Em que o dia
desperta
Para a vida
E Louvo-Te
Ó Deus da Vida
Por mais um dia
desta Vida!

E como a natureza
Ajuda-me a ser Sinal
Da Tua presença!

3 de junho de 2007

Partir para se perder...

Más allá de mis miedos
Más allá de mi inseguridad
Quiero darte una respuesta

Aqui estoy para hacer
Tu voluntad
Para que ni anor sea
Decirte si
Hasta el final.


...porque quem se perde por Ele, há-de salvar-se.

Sanctus - pequeno trecho

Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo


Damos graças ao Pai, Nome de Deus!
Porque é o criador,
porque é ternura
oferecida a todas as pessoas do mundo.

Damos graças ao Filho, Nome de Deus!
Porque é o Enviado do Pai,
porque é Jesus
irmão de todas as pessoas do mundo.

Damos graças ao Espírito Santo, Nome de Deus!
Porque é o Sopro de amor do Pai e do Filho,
porque dá a santidade de Deus
a todas as pessoas do mundo.

Damos graças ao Nome de Deus!
Porque somos Baptizados em
Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Missão

Faço silêncio...
E Tua ternura invade-me.
Sussurras palavras vivas
e meu coração desperta!

Soletras a palavra: Missão
e eu sinto Teu fogo,
imensa sede de Ti!

Quero ser livre,
e viver da alegria
do projecto que sonhas para mim.

Constrói-me como Tu:
trigo que alimenta
e veste-me de flor
para Te louvar!

Isabel Azevedo

Oração em Carta a Jesus 4



Meu querido Jesus

Hoje é Domingo, o dia em que a Igreja celebra a Tua Ressurreição, o dia em que venceste a morte e nos deste, por Tua graça, a vida eterna.
Vem à minha mente, querido Jesus, o pensamento de alguém que dizia: “Acreditar que Jesus Cristo nasceu, viveu entre nós, passou pela Paixão e Morte na Cruz, é fácil e muitos acreditam, acreditar que Ele ressuscitou é que já é questão de Fé, e por isso muitos não acreditam”.
Eu, por graça Tua, acredito na Tua Ressurreição e por isso Te quero pedir perdão por nem sempre dar testemunho dessa verdade, sobretudo quando me deixo abater com as contrariedades da vida e me apresento triste e sem ânimo.
Como posso eu, Jesus amado, ficar triste e abatido, quando acredito que Tu estás sempre comigo, connosco e que ressuscitaste abrindo-nos as portas da vida eterna?
Perdoa-me, adorado Jesus, porque é muitas vezes ao Domingo, que menos rezo, que menos estou contigo, para além da Eucaristia dominical, porque me deixo levar pela preguiça, porque às vezes, calcula Jesus, quase me deixo levar por um sentimento de que o Domingo é dia de descanso em tudo, como se pudesse haver algum cansaço em estar contigo.
Perdoa-me Jesus, porque fico muitas vezes a olhar para o Céu: «Homens da Galileia, por que estais a olhar para o céu?» Act 1,11 e não cuido de Te encontrar em mim e nos outros.
Perdoa-me, amado Jesus, porque às vezes vem a dúvida, a incerteza, o raciocínio humano a querer falar mais alto do que a Fé.
Perdoa-me, querido Jesus, porque às vezes pergunto-me onde Tu estás, quando quero firmemente acreditar que és um Deus sempre presente, como Tu nos prometeste.
Porque é tão fraca a minha Fé?
Porque é que às vezes sou tão incrédulo?
Porque é que de vez em quando me sinto tão sozinho?
Eu sei, Jesus amado, que Tu estás sempre comigo, eu é que nem sempre estou conTigo.
Perdoa-me Jesus.
Lembro-me de uma frase que um dia colocaste no meu coração e que é tão verdadeira: “Não duvido do Teu amor por mim, Jesus, duvido é do meu amor por Ti”.
Quero dizer-Te como os discípulos de Emaús: «Fica connosco, pois a noite vai caindo e o dia já está no ocaso.» Lc 24,29
É que assim, Jesus, não haverá noite na minha vida, nas nossas vidas, e a Tua Luz romperá as trevas das nossas noites.
Um beijo a Tua Mãe, senta-me, senta-nos, no colo do Pai, para que nos deixemos envolver no Seu amor, e pelo teu Espírito Santo, concede-me, concede-nos uma Fé forte e perseverante. Encostado ao Teu peito, peço-Te a Tua bênção, para este Teu irmão pequenino que cada vez mais quer ser apenas Teu.
.
09.07.06