18 de julho de 2007

Tu não me vês, mas...


Sou aquele que caminha contigo,
Quando perdes a esperanças de viver...
Que embala teu sono, quando em desânimo,
Entrega-te a devaneios.
Sou aquele teu companheiro amigo
Que te faz rir sem motivo aparente...
Quando sentes um perfume de flor,
Aí estou a te ofertar uma rosa...
Solícito, nunca te deixo só,
Eu sou a tua parte infantil.
A tua parte inocente que
Trazes em tua existência.
Sou eu quem te serve desde o amanhecer,
Até o anoitecer.
Eu sou o teu amigo,
teu Anjo Protetor.

3 comentários:

Fa menor disse...

Anjo da Guarda
minha companhia
guardai a minha alma
de noite e de dia.
Amen

Argento disse...

Santo Anjo do Senhor, Meu zeloso guardador, Se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege me guarde me governe e me ilumine. Amém. Santo Anjo da guarda, guardai-me!

Argento disse...

Não existe nada melhor do que rezar. Mas não só para pedir, também para agradecer o fato de estarmos vivos e de poder enxergar. De acordar todos os dias e poder ver a luz do sol. Deixar a luz do céu entrar como na canção!