16 de julho de 2008

Meu Deus, não te esqueças Tu de mim...

Meu Deus… Ajuda-me a dizer a palavra da verdade na cara dos fortes,
e a não mentir para obter o aplauso dos débeis.

Se me dás dinheiro, não tomes a minha felicidade,
e se me dás forças, não tires o meu raciocínio.

Se me dás êxito, não me tires a humildade
se me dás humildade, não tires a minha dignidade.

Ajuda-me a conhecer a outra face da realidade,
e não me deixes acusar os meus adversários, apodando-os de traidores, porque não partilham o meu critério.

Ensina-me a amar os outros como me amo a mim mesmo,
e a julgar-me como o faço com os outros.

Não me deixes embriagar com o êxito, quando o consigo, nem a desesperar, se fracasso. Sobretudo, faz-me sempre recordar que o fracasso é a prova que antecede o êxito.

Ensina-me que a tolerância é o mais alto grau da força
e que o desejo de vingança é a primeira manifestação da debilidade.

Se me despojas do dinheiro, deixa-me a esperança,
e se me despojas do êxito, deixa-me a força de vontade para poder vencer o fracasso.

Se me despojas do dom da saúde deixa-me a graça da fé.

Se causo dano a alguém, dá-me a força da desculpa,
e se alguém me causa dano, dá-me a força do perdão e da clemência.

Meu Deus… se me esquecer de Ti
Tu não Te esqueças de mim!

(MAHATMA GANDHI)

5 comentários:

Ecclesiae Dei disse...

Que linda oração...

Dennys Reys disse...

"Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca."(Isaías 49,15)

Polêmica disse...

Que oração linda, eu acrescento mais umas palavrinhas, eu pediria à Deus que não permita que eu esqueça Dele. Essa oração é linda mesmo, deve ser dita de coração!!!

Beijão!

Anónimo disse...

adorei essa oração do meu senhor deus

Pedrao Rodrigo disse...

Meu Deus, não te esqueças Tu de mim...
Meu Deus… Ajuda-me a dizer a palavra da verdade na cara dos fortes,
e a não mentir para obter o aplauso dos débeis.

Se me dás dinheiro, não tomes a minha felicidade,
e se me dás forças, não tires o meu raciocínio.

Se me dás êxito, não me tires a humildade
se me dás humildade, não tires a minha dignidade.

Ajuda-me a conhecer a outra face da realidade,
e não me deixes acusar os meus adversários, apodando-os de traidores, porque não partilham o meu critério.

Ensina-me a amar os outros como me amo a mim mesmo,
e a julgar-me como o faço com os outros.

Não me deixes embriagar com o êxito, quando o consigo, nem a desesperar, se fracasso. Sobretudo, faz-me sempre recordar que o fracasso é a prova que antecede o êxito.

Ensina-me que a tolerância é o mais alto grau da força
e que o desejo de vingança é a primeira manifestação da debilidade.

Se me despojas do dinheiro, deixa-me a esperança,
e se me despojas do êxito, deixa-me a força de vontade para poder vencer o fracasso.

Se me despojas do dom da saúde deixa-me a graça da fé.

Se causo dano a alguém, dá-me a força da desculpa,
e se alguém me causa dano, dá-me a força do perdão e da clemência.

Meu Deus… se me esquecer de Ti
Tu não Te esqueças de mim!

(MAHATMA GANDHI)