20 de outubro de 2008

Salva-nos, oh único

Cristo, em quem se nos doam as dores e as alegrias, os soçobros e os levantamentos, dá-nos a misericórdia que nos abre ao mundo e o transfigura.

Oh tu, nosso deus, que em cada átomo reúnes o universo, dá-nos a paixão em que tudo sangra e vive, dá-nos o amor somente nada mais.

Que os nossos passos sejam distância e união, afastamento e encontro, mergulho e mão estendida que arrebatem o coração cego. Todo este ruído, todo este ranger, este inferno construído que destrói, de tudo isto salva-nos, nosso deus.

Dá-nos a vida, a única vida, oh deus, para que vivamos na verdade, na única verdade, agora e para sempre e na hora da nossa morte, ámen.

1 comentário:

Dennys Reys disse...

Precisamos Senhor de Tua vida em nós..... Vida em abundância...