25 de novembro de 2008

Pai

Pai,
estou aqui, assim como sou:
pobre e limitada!
E, no entanto, é assim que Tu me Amas!
Tu vês, para além da minha maldade, dos meus limites...
Uma filha Tua, necessitada de Amor!
Vem habitar no meu coração, para que eu possa ver em cada um dos meus irmãos o que Tu vês em mim!
Que eu saiba esperar-te como Tu me esperas em cada dia, sem te impores à minha liberdade de não te dizer uma ùnica palavra...

2 comentários:

joaquim disse...

Amen, Sandra, amen.

Mari disse...

Que esse amor nos ajude sempre a sermos melhores.
Beijinhos! mari.