17 de setembro de 2008

Aqui estou, Senhor...


Aqui estou Senhor,

mãos abertas, cheias de nada,

porque sou nada, Senhor.

Tu és o meu tudo,

e se tenho alguma coisa,

é porque Tu me dás.

Continua Senhor

a dar-me sempre o Teu amor,

para que eu Te possa amar

cada vez mais.

Amar-Te,

com o Teu amor,

porque o meu é pobre

e quase nada.

Amen.

4 comentários:

Fa menor disse...

"Aqui estou Senhor,


mãos abertas, cheias de nada,


porque sou nada, Senhor.


Tu és o meu tudo,


e se tenho alguma coisa,


é porque Tu me dás.


Continua Senhor


a dar-me sempre o Teu amor,


para que eu Te possa amar


cada vez mais.


Amar-Te,


com o Teu amor,


porque o meu é pobre


e quase nada.


Amen."


Senhor,
faço minhas as belíssimas palavras do Joaquim!
Aqui estou, Senhor, toma as minhas mãos abertas...

Ni disse...

Ser nada e tanto em tão poucas palavras. Ser em (c)oração todo o que Ele ama.

Pequena irmã em Cristo disse...

Gostei muito desta oração. Fiquei encantada! Profunda, humilde e cheia de confiança e de Amor ao Senhor. Rezo-a...

Que eu Te ame, ó Jesus cada vez mais, «com o Teu amor, porque o meu é pobre e quase nada», eu sou nada. Como dissesTe a S. Catarina de Sena: «Eu sou o que sou, tu és a que não és». Só em Ti eu posso ser verdadeiramente, ser pessoa, criatura Tua, imagem divina, parte da Tua vida, humilde e reconhecida pois dependo de Ti, vivo da Tua Vida: Tu és a Vida e em ti nos movemos, somos e existimos. Que sejamos - ó Jesus - sempre e cada vez mais Teus! Amen.

Deusa Odoyá disse...

Olá meu nobre amigo.
Que palavras divinas, emitidas pelo explendor de sua alma.
muito lindo e iluminado esse seu poema.
E viva Jesus em sua plenitude.
Uma boa semana com muita paz e amor em seu coração.

Te desejo muita paz.

Obrigado por sua visita ao meu cantinho.

Regina Coeli.