6 de setembro de 2007

Evangelho do dia

Lucas 5,1-11.
Encontrando-se junto do lago de Genesaré, e comprimindo-se à volta dele a multidão para escutar a palavra de Deus, Jesus viu dois barcos que se encontravam junto do lago.
Os pescadores tinham descido deles e lavavam as redes.
Entrou num dos barcos, que era de Simão, pediu-lhe que se afastasse um pouco da terra e, sentando-se, dali se pôs a ensinar a multidão.
Quando acabou de falar, disse a Simão: «Faz-te ao largo; e vós, lançai as redes para a pesca.»
Simão respondeu: «Mestre, trabalhámos durante toda a noite e nada apanhámos; mas, porque Tu o dizes, lançarei as redes.»
Assim fizeram e apanharam uma grande quantidade de peixe.
As redes estavam a romper-se, e eles fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que
os viessem ajudar.
Vieram e encheram os dois barcos, a ponto de se irem afundando.
Ao ver isto, Simão Pedro caiu aos pés de Jesus, dizendo: «Afasta-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador.»
Ele e todos os que com ele estavam encheram-se de espanto por causa da pesca que tinham feito; o mesmo acontecera a Tiago e a João, filhos de Zebedeu e companheiros de Simão.
Jesus disse a Simão: «Não tenhas receio; de futuro, serás pescador de homens.»
E, depois de terem reconduzido os barcos para terra, deixaram tudo e seguiram Jesus.


Obrigado Senhor pela Tua Palavra.
Deixa que hoje nos detenhamos na expressão de Simão Pedro: «Afasta-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador.»
Ah Senhor, quantos de nós ao reconhecermos-Te, não aproveitaríamos para Te pedirmos tudo, para chorarmos as nossas mágoas, para reclamarmos das nossas vidas!
Por isso Senhor, hoje queremos pedir-Te a humildade de Pedro, a entrega de Pedro, a espontaneidade de Pedro.
Queremos dizer-Te Senhor, como Pedro: «Afasta-Te de nós Senhor, que somos pecadores.»
Queremos pedir-Te Senhor: «Fica connosco Senhor, porque sem Ti nada somos.»
Queremos entregar-nos Senhor: «Faz de nós Senhor, pescadores de homens.»
Amen.

1 comentário:

Cabral-Mendes disse...

Só Tu tens palavras de Vida eterna...