9 de março de 2011

QUARTA FEIRA DE CINZAS

.
.


Ant. 1 Pequei contra Vós, Senhor: compadecei-Vos de mim.

Salmo 50 (51)

Compadecei-Vos de mim, ó Deus
Renovai-vos pela transformação espiritual
da vossa inteligência, e revesti-vos do homem novo
(Ef 4, 23-24).

3 Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, *
pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.
4 Lavai-me de toda a iniquidade *
e purificai-me de todas as faltas
5 Porque eu reconheço os meus pecados *
e tenho sempre diante de mim as minhas culpas.
6 Pequei contra Vós, só contra Vós, *
e fiz o mal diante dos vossos olhos.
Assim é justa a vossa sentença *
e recto o vosso julgamento.
7 Porque eu nasci na culpa *
e minha mãe concebeu-me em pecado.
8 Amais a sinceridade de coração *
e fazeis-meconhecer a sabedoria no íntimo da alma.
9 Aspergi-me com o hissope e ficarei puro, *
lavai-me e ficarei mais branco do que a neve.
10 Fazei-me ouvir uma palavra de gozo e de alegria *
e estremeçam meus ossos que triturastes.
11 Desviai o vosso rosto das minhas faltas *
e purificai-me de todos os meus pecados.
12 Criai em mim, ó Deus, um coração puro *
e fazei nascer dentro de mim um espírito firme.
13 Não queirais repelir-me da vossa presença *
e não retireis de mim o vosso espírito de santidade.
14 Dai-me de novo a alegria da vossa salvação *
e sustentai-me com espírito generoso.
15 Ensinarei aos pecadores os vossos caminhos *
e os transviados hão-de voltar para Vós.
16 Ó Deus, meu Salvador, livrai-me do sangue derramado *
e a minha língua proclamará a vossa justiça.
17 Abri, Senhor, os meus lábios *
e a minha boca anunciará o vosso louvor.
18 Não é do sacrifício que Vos agradais *
e, se eu oferecer um holocausto, não o aceitareis.
19 Sacrifício agradável a Deus é o espírito arrependido: *
não desprezareis, Senhor,
um espírito humilhado e contrito.
20 Pela vossa bondade, tratai Sião com benevolência, *
reconstruí os muros de Jerusalém.
21 Então Vos agradareis dos sacrifícios devidos, †
oblações e holocaustos, *
então serãooferecidas vítimas sobre o vosso altar.

Ant. 1 Pequei contra Vós, Senhor:
compadecei-Vos de mim.

Ant. 2 Reconhecemos, Senhor, a nossa culpa,
porque somos pecadores

Cântico Jer 14, 17-21
Lamentação em tempo de fome e de guerra
Está próximo o reino de Deus.
arrependei-vos e acreditai no Evangelho (Me 1, 15).

17 Chorem meus olhos, noite e dia, *
lágrimas semfim,
porque uma grande ruína, uma chaga atroz, *
tortura a virgem, filha do meu povo.
18 Se saio para o campo, eis os mortos à espada; *
se entro na cidade, eis as vítimas da fome.
Tanto o profeta como o sacerdote *
percorrem o país sem nada entender.
19 Acaso rejeitastes inteiramente Judá? *
Porque Vos desgostastes com Sião? †
Porque nos feristes sem esperança de remédio?
Esperávamos a paz e nada vemos de bom, *
uma era de restauração e surgiu a angústia.
20 Reconhecemos, Senhor, a nossa impiedade *
e a culpa de nossos pais: †
porque pecámos contra Vós.
21 Não nos rejeiteis, por amor do vosso nome, *
não deixeis profanar o vosso trono de glória. †
Recordai e não revogueis a vossa aliança connosco.

Ant. 2 Reconhecemos, Senhor, a nossa culpa,
porque somos pecadores

Ant. 3 O Senhor é Deus. Nós somos o seu povo,
ovelhas do seu rebanho.

Salmo 99 (100)
A alegria dos que entram no templo
O Senhor faz cantar os redimidos um hino de vitória
(S. Atanásio).

2 Aclamai o Senhor, terra inteira, *
servi o Senhor com alegria, †
vinde a Ele com cânticos de júbilo.
3 Sabei que o Senhor é Deus, *
Ele nos fez, a Ele pertencemos, †
somos o seu povo, ovelhas do seu rebanho.
4 Entrai pelas suas portas, dando graças, *
penetrai em seus átrios com hinos de louvor, †
glorificai-O, bendizei o seu nome.
5 Porque o Senhor é bom, *
eterna é a sua misericórdia, †
a sua fidelidade estende-se de geração em geração.

Ant. 3 O Senhor é Deus. Nós somos o seu povo,
ovelhas do seu rebanho.

Leitura breve                                                                                                                     Deut 7, 6.8-9

O Senhor teu Deus escolheu-te para seres o seu povo, entre todos os povos espalhados pela face da terra. O Senhor vos ama e quer ser fiel ao juramento feito a vossos pais. Por isso a sua mão poderosa vos fez sair e vos libertou da casa da escravidão, do poder do Faraó, rei do Egipto. Reconhece, pois, que o Senhor teu Deus é o verdadeiro Deus, um Deus leal, que por mil gerações é fiel à sua aliança e à sua benevolência para com aqueles que amam e observam os seus mandamentos.

Responsório breve

V. O Senhor me livrará do laço do caçador.
R. O Senhor me livrará do laço do caçador.
V. A sua fidelidade é escudo e couraça. R.
V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. R.
Ant. Bened. Quando jejuardes, não tomeis um ar sombrio como as pessoas fingidas.

Preces

Dêmos graças a Deus Pai, que nos concede o dom de iniciar hoje o tempo quaresmal. Supliquemos-Lhe que durante estes dias de salvação purifique os nossos corações e os confirme na caridade, mediante a acção do Espírito Santo. Digamos confiadamente:

Dai-nos, Senhor, o vosso Espírito Santo.

Ensinai-nos a saciar o nosso espírito
— com a palavra que sai da vossa boca.

Fazei que pratiquemos a caridade, não só nos acontecimentos importantes,
— mas também na nossa vida de cada dia.

Ajudai-nos a evitar o supérfluo,
— para podermos socorrer os nossos irmãos necessitados.

Ajudai-nos a trazer sempre em nossos corpos a imagem da paixão de vosso Filho,
— Vós que nos destes a vida no seu Corpo.

Pai nosso

Oração

Concedei-nos, Senhor, a graça de começar com santo jejum este tempo da Quaresma, para que, no combate contra o espírito do mal, sejamos fortalecidos com o auxílio da temperança. Por Nosso Senhor.


Das Laudes de hoje
.
.

4 comentários:

vilma disse...

achei a oraçao nuito linda

Anónimo disse...

Encontrei hoje o blog, sinto uma paz espiritual quando leio...

Barbara disse...

Que Deus esteja presente com todos nos.

Anónimo disse...

R e z e m p o r. M i m p